Vídeo: bombeiro salva bebê por telefone em Blumenau

Uma criança recém-nascida teve sua vida salva graças às orientações repassadas pela Central de Operações Bombeiro Militar em Blumenau na terça-feira, 13 de abril. Tudo começou quando o bebê parou de respirar após se engasgar durante a amamentação. O pai, então, recorreu aos bombeiros pelo telefone 193.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Do outro lado da linha, o Cabo Carlos Cauê Pereira percebeu a gravidade da situação, ensinou a manobra para desobstrução de vias aéreas e, ao longo de 14 minutos de ligação, permaneceu na linha monitorando o atendimento dos pais ao bebê, até a chegada da ambulância do 3º Batalhão dos Bombeiros de Blumenau.A ação técnica, empática e paciente do Cabo Carlos mudou a vida de uma família catarinense. Ouça o áudio editado da ocorrência e se emocione junto conosco com esse lindo momento:

Divulgação/Corpo de Bombeiros

Na noite deste domingo, dia 11 de março, um homem de 35 anos morreu em um incêndio que atingiu um ferro-velho na BR-470, no bairro Salto do Norte, em Blumenau.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 19h para combater as chamas em uma edificação situada dentro do estabelecimento. O fogo destruiu um cômodo de aproximadamente 10 metros quadrados e acabou controlado após a utilização de 1,5 mil litros de água.Ao realizar o rescaldo, os bombeiros localizaram o corpo da vítima carbonizado. Segundo informações do proprietário, o homem trabalhava no ferro-velho.A identidade da vítima e as causas do incêndio não foram reveladas.

O Cabo Carlos Cauê Pereira, ao longo de 14 minutos de ligação, permaneceu na linha monitorando o atendimento dos pais ao bebê.

Do outro lado da linha, o Cabo Carlos Cauê Pereira percebeu a gravidade da situação, ensinou a manobra para desobstrução de vias aéreas e, ao longo de 14 minutos de ligação, permaneceu na linha monitorando o atendimento dos pais ao bebê, até a chegada da ambulância do 3º Batalhão dos Bombeiros de Blumenau.A ação técnica, empática e paciente do Cabo Carlos mudou a vida de uma família catarinense.

Fonte: Jornal de Pomerode

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *