Vereadores de cidade mineira reduzem os próprios salários em 80%

Vereadores da Câmara Municipal de Arcos, cidade localizada no Centro-Oeste de Minas, reduziram os próprios salários em 80% por meio da aprovação de um projeto de lei na última semana. A partir de 2021, os vencimentos deles serão alterados de R$ 6,149 para R$ 1,229 e a medida vale até 2024.

O projeto, de autoria do presidente da Câmara, vereador Luiz Henrique Sabino Messias, recebeu uma emenda que alterou o texto original. Inicialmente, a previsão era de que todos os os cargos tivessem uma redução de 20% nos salários.

Com a mudança, além de um corte maior no pagamento dos vereadores, os integrantes da Casa também podem ter parte dos vencimentos descontados caso não comparecem a reuniões sem justificativa.

EM CAMBORIÚ 

Em Camboriú um vereador recebe R$ 7.100,00 reais por mês e conta aí com três assessores cada um. Hoje a Câmara legislativa de Camboriú gasta algo em torno de R$ 350 mil reais por mês, o que resulta em mais de 4 milhões por ano entre salários, combustíveis, diárias, manutenções e despesas diversas da casa.

 Se os vereadores de Camboriú seguirem o exemplo da cidade mineira os vencimentos dos vereadores de Camboriú cairiam de R$ 7.100 para R$ 1,420 e a medida valeria até 2024. 

Para isso é necessário ser apresentado um projeto na casa legislativa e essa  ser  aprovada pela maioria dos vereadores.

Outra proposta plausível seria a redação do número de vereadores na casa de 15 para no mínimo 9 vereadores na cidade.

Resultado de enquete feita no ‘O Janelão’

Nossa redação já fez um ENQUETE e 95% dos internautas são a favor da redução do número de vereadores na cidade.

Vem aí ‘JANELÃO NA PRESSÃO’ WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *