Vereador protocola estudo que pode tornar Camboriú a periferia de Balneário Camboriú

Depois da OAB-SC criar um grupo de estudos com a finalidade de extinguir municípios com menos de 5 mil habitante, o vereador de Camboriú John Lennon Teodoro-PSDB, resolveu causar POLÊMICA. 

O vereador fez uma enquete no facebook e protocolou na capital, um ofício junto ao presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina – TCE-SC, Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, solicitando a possibilidade da elaboração, por parte do TCE, de um parecer técnico sobre a fusão de Camboriú e Balneário Camboriú.

Na verdade a intenção do vereador que não é natural de Camboriú, é tornar as duas cidades uma só.

Foto divulgação do vereador, protocolando o pedido em Florianópolis

A ideia do vereador John Lennon, é absurda. Ao invés do vereador ajudar o prefeito a dar condições da cidade se manter, resolveu causar polêmica.

O mesmo se baseou num estudo feito pelo Tribunal de Contas do Estado feito em 2017, onde apontou que municípios pequenos com menos de 5 mil habitantes são inviáveis financeiramente, pois dependem de recursos externos para se manter. O que não é o caso de Camboriú, que tem mais de 80 mil habitantes.

OS MUNICÍPIOS PEQUENOS CONTESTAM

Para municípios pequenos a única maneira de se manter e sobreviver é receber os repasses dos governos, como o do FPM, ( Fundo de participação dos municípios). Essa é a maneira mais justa de divisão de dinheiro federal. Porém, sem repasses os municípios podem voltar a ser vilas, distritos e ficarem abandonados. Fatalmente, irão voltar a ser subúrbios das cidades grandes. O pedido do vereador pode levar Camboriú a virar a Vila de Balneário Camboriú. Hoje o dinheiro dos repasses federais e estaduais ajudam a manter os municípios pequenos.

A ideia de acabar com esses municípios pequenos, fundindo eles com outros municípios maiores, seria uma espécie de homicídio doloso contra os pequenos, pois pode  declarar o fim do crescimento dessas regiões que antes eram consideradas um município.

NÃO VAI ACONTECER

A ideia é uma utopia, sem pé e sem cabeça. O vereador que não é natural de Camboriú,  sabe que Camboriú tem mais de 80 mil habitantes e mesmo assim resolveu levar essa questão para frente, criando uma falsa expectativa na população leiga, que acha que Balneário Camboriú é uma cidade rica  e que poderia ajudar Camboriú.

Balneário de fato arrecada mais de um bilhão, e mesmo assim mal da conta  pagar as contas da própria cidade, com saúde, folha de pagamento, etc….

A atitude não passa de uma atitude aproveitadora e irresponsável do político, pois o próprio sabe que isso não irá se concretizar.

“Isso é um gigantesco atestado de INCOMPETÊNCIA.  É dizer que somos o cú do cavalo, e que não tem ninguém nesta cidade de Camboriú, capaz de administrar nosso município, nem mesmo a gestão em que ele foi o secretário de administração!”

Alguém de fato acredita que se nos unirmos novamente a BC, depois de mais de meio século, teremos melhorias nessa parte da cidade, que hoje é Camboriú?

– Para neh? Hipocrisia, interesses pessoais ou o que tá rolando?
Balneário não consegue dar excelência em sua periferia, com toda aquela arrecadação e com um território muito menor. Vamos nós Camboriú, virarmos o filho bastardo de BC, além do que já somos: Cidade dormitório deles? Virarmos a periferia que ninguém quer? Ui, chega de mandato sensacionalista!

O que diz o vereador John Lennon

“O debate agora é técnico, é preciso aprofundar e verificar a possibilidade de uma fusão, existe vários caminhos para que uma gestão pública municipal seja capaz de oferecer aos seus cidadãos serviços públicos de qualidade, garantir investimos e promover o desenvolvimento, de várias possibilidades essa pode ser uma delas, mais para isso é importante se ter um parecer técnico.” disse John Lennon

O pedido  deve ser analisado pelo Tribunal, mas esse só interessa para um lado, pro governo federal e estadual que lógico não querem sustentar os municípios que não possuem condições de se manter com recursos próprios, que não é o caso de Camboriú.

“Nossa intenção é debater tecnicamente sobre uma possível fusão entre as duas cidades, para garantir o desenvolvimento econômico, ambiental e social como um todo, e não em detrimento da outra, pois se Balneário Camboriú hoje tem o segundo melhor IDH de Santa Catarina, é porque a mão de obra vem de Camboriú, que fica com todo o passivo social. Quando ocorreu a emancipação, creio que os políticos da época não imaginaram que a divisão poderia acarretar tamanha diferença, por isso acho válido estudar e debater essa possibilidade, primeiro de forma técnica, depois com a população das duas cidades” declara John Lenon.

Edenilson/OJanelão
Denúncias whatsapp (47)996216941

One Comment on “Vereador protocola estudo que pode tornar Camboriú a periferia de Balneário Camboriú”

  1. Vereador Johon Lennon, não seja um tremendo hipocrita, sabe muito bem que Camboriú não precisa de Balneário Camboriú,!!! Balneário Camboriú, já inicia precisando de nossas águas e etc… fora que não dão conta de BC no financeiro e a comunidade!!!! Quem será que o colocou como vereador, dou certeza que não votei em você e nunca irá receber um voto meu!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *