Vakinha solidária, destina-se a cirurgia para colocar uma prótese na perna da Adriana, moradora do Taboleiro 

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/cirurgia-de-artroplastia-da-adriana

Adriana conta um pouquinho aqui da história dela.

Á 4 longos anos, que luto contra algumas doenças raras e autoimune ( Síndrome Antisintetase e Piomiosite Tropical) doenças essas que afetaram minhas  articulações e a parte muscular. Desde então outras doenças foram aparecendo como, tuberculose Miliar que afetaram meu pulmão e tronco cerebral, Começo de Osteopenia quase avançando para osteoporose por causa de toda fraqueza que sinto e por muitas vezes ficar sem me movimentar, tive também ferida aberta chamada de celulites infecciosas no meu braço direito que demorou quase 2 anos para fechar e decorrente dessa celulite meu ombro direito ficou em desuso e também sinto muitas dores.

Mediante as doenças, sempre tenho internações para acompanhar a evolução. Na minha última internação de 3 meses em 2019 em Lages,  após receber alta hospitalar fui para casa e uma semana depois da minha alta, tive uma queda da própria altura e fraturei a cabeça do fêmur direito isso no dia 27 de novembro de 2019.

A primeira cirurgia foi feita no dia 30 de novembro 2019 no hospital Ruth Cardoso em Camboriú,  onde foi preciso colocar uma fixação.

No dia 3 de Dezembro recebi alta e fui para casa. Os dias passaram mas as dores não diminuíam, foi onde descobri que meu corpo começou com rejeição da fixação colocada. Eu sentia muitas dores, minha perna inchava, não podia caminhar, me movimentar era sempre doloroso, sempre com ajuda ou auxílio de cadeira de rodas.

Olhando o quadro, o médico achou melhor retirar e deixar meu próprio osso sem fixação porque disse que já estava consolidado.

Fui então para minha segunda cirurgia no dia 5 de agosto de 2020. Fiz a cirurgia sempre esperando resultados positivos, mas os resultados não eram bons. Devido às minhas doenças, meu osso está muito fraco para aguentar sozinho. Comecei novamente a sentir muitas dores ao caminhar. Hoje já não encosto mais meu pé inteiro no chão devido a tanta dor.

No dia 04/12/20, fiz uma ressonância onde apareceu sinais de derrame articular com outras coisas relacionadas. Voltei ao médico no dia 18/12/20, no hospital Marieta konder para mostrar meus exames ao médico e ele falou que agora preciso fazer uma Artroplastia (substituição da cabeça do fêmur por uma prótese).

A cirurgia feita pelo Sus, assim como as outras , irá demorar muito pois em época de pandemia os hospitais pararam de fazer. Está prevista para fazer daqui um ano e a prótese disponibilizada pelo sus tem durabilidade de 2 anos no meu caso, com todas essas doenças.

Peço então a vocês ,para me ajudarem a fazer essa cirurgia, visto que a prótese tem um valor de 20 á 25 mil com durabilidade de 30 anos e o restante seria para a cirurgia.

Creio nas promessas de Deus e que nenhum fardo é maior daquilo que podemos carregar.

Conto com sua ajuda para que eu possa realizar essa cirurgia e voltar a ter uma vida normal e uma qualidade de vida melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *