Troca de casais termina em tentativa de homicídio na Capital 

Vítima foi atingida no ombro e encaminhada ao hospital; crime aconteceu no quarto do hotel na manhã de domingo (25). 

Uma troca de casais terminou em uma tentativa de homicídio em Florianópolis. O caso ocorreu no início da manhã do último domingo (25), no quarto de um hotel de luxo localizado na avenida Beira-Mar Norte, na região Central da cidade.

De acordo com o comandante do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), tenente-coronel Dhiogo Cidral de Lima, a guarnição foi acionada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo.

Ao chegar no local, os agentes se depararam com um homem de 30 anos já em atendimento médico. Ele foi baleado no ombro e encaminhado ao Hospital Governador Celso Ramos, no Centro. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Segundo o delegado Arthur Lopes, da 1ª DP da Capital, o caso ocorreu durante uma troca de casais e os envolvidos faziam uso de drogas. No meio do swing, a vítima e outro homem, de 38 anos, iniciaram uma briga. O autor do crime pegou uma arma e efetuou os disparos. Ele foi desarmado e contido por seguranças do Majestic Palace Hotel até a chegada da PM. A pistola calibre 9 milímetros usada no crime pertencia à vítima e foi apreendida pela polícia.

VEJA TAMBÉM:
Vereador solicita com urgência força-tarefa para reparos nas ruas de Camboriú
PM prende casal de traficantes no Conde Vila Verde

O autor, natural de Brasília (DF), foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. A vítima, natural da cidade de São Leopoldo (RS), foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

A reportagem entrou em contato com o Majestic Palace Hotel na manhã desta terça-feira (27). A gerência informou que o caso ocorreu entre hóspedes e que o hotel tomou todas as providências cabíveis, entre medidas legais e de socorro à vítima.

Em nota, o advogado Marcos Paulo Poeta dos Santos, que defende um dos envolvidos no caso deu a versão do seu cliente. Confira abaixo a nota na íntegra:

“O indiciado, preso por suposta tentativa de homicídio, informa que a discussão ocorreu diante da insistência da vítima na troca de casais. Contudo, ao contrário do entendimento da autoridade policial, não foi uma tentativa de homicídio.

A arma pertencia a vítima, que ao saca-la durante a discussão, foi contida pelo indiciado e sua companheira. Na tentativa de segurar a vítima, indiciado e vítima acabaram caindo no chão, momento em que houve o disparo acidental.

BRUNA STROISCH, FLORIANÓPOLIS – GRUPO ND+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *