Terreno que seria doado para a ACIBALC possue projeto para construção de uma escola no local

O alerta foi feito na sessão da Câmara de Vereadores dessa terça-feira (27), pelo vereador Adriano Gervásio-PSDB.

Gervásio que era contrário a proposta de doação do terreno para a ACIBALC – Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú, trouxe a tona que o município já havia ofertado a anos atrás um terreno para a construção de uma sede da ACIBALC na cidade e a própria entidade não aceitou na época, com o argumento que era retirado do centro e era de difícil acesso.

A entidade depois da polêmica na cidade, e saber que a população é quase que totalmente contraria, solicitou a retirada do projeto e abriu mão do terreno.

Moradores mobilizados contra a doação do terreno pelos vereadores

A lei 060 de 28/02/1973, que regulamenta a doação do terreno para o município de Camboriú, diz que o terreno doado pelo Senhor Domingos Fonseca, tem a clara finalidade da construção de uma escola naquele terreno.

Vereador mostra projeto que colegas desconheciam

Adriano Gervásio, puxou pela memória a respeito da doação deste terreno e foi atrás de informações e descobriu que até projeto de 2014, oriundo de uma ação do MP, existia na Secretaria de Educação de Camboriú, para a contratação de um Centro de Educação Infantil, que comportaria 220 vagas.

“Existem 202 crianças à espera de uma vaga na Creche, daria pra atender isso com sobras de vagas..se tem lei, tem projeto para a contratação de uma unidade escolar, por que
a prefeitura quer doar para outra finalidade?”. disse Adriano Gervásio-PSDB.

Cabe agora aos vereadores buscar a verba de R$ 800 mil para a construção da nova escola, no polêmico terreno doado ao município por Domingos Fonseca.

A sessão dessa terça-feira, foi mais uma espécie de lamentações e ataques dos vereadores que não gostaram nada de serem contrariados, na questão da doação do terreno.

A sessão quase que em sua totalidade foi para defender com unhas e dentes a importância da doação para a ACIBALC, e atacar o jornal e as pessoas que
fizeram críticas aos mesmos.

O vereador John Lenon-PSDB, Inalda do Carmo-DEM e Jane Stefenn-REDE, de olho em 2020, não gostaram nada de serem contrariados.

Resultado disso tudo: O terreno não mais vai ser doado. Primeiro porque a entidade desistiu, segundo, porque nem poderia, o vereador Adriano Gervásio-PSDB levantou isso, e terceiro e mais importante é que a população tem razão e ao se posicionar duramente contra mudou o jogo. Vale ressaltar que nem o jornal e nem a população é contra a ACIBALC, e sim apenas contra a doação do terreno.

Por outro lado, tem vereador tentando de todos os modos, convencer no corpo a corpo os seus eleitores que era importante sim, dar o terreno que é público para a associação empresarial e dizer que os contrário a essa idéia, são contra o desenvolvimento do município.

Edenilson/OJanelão
Problema na sua rua whatsapp (47)996216941

One Comment on “Terreno que seria doado para a ACIBALC possue projeto para construção de uma escola no local”

  1. que decepção eu conheço o John lenon e ver que pra conseguir antes das eleições são uma pessoa depois se corrompe meu deus será que um dia esse país vai ter jeito as pessoas entram pra política somente pra se beneciar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *