Temporal com raios em Santa Catarina

Por conta das pancadas de chuva isoladas em várias regiões de Santa Catarina, mais de 200 mil unidades consumidoras ficaram sem energia elétrica no Estado por volta das 20h30min desta sexta-feira (1).

A Celesc registrava, às 21h25min algumas cidades da Grande Florianópolis, como São José, Águas Mornas e Santo Amaro com mais de 50% dos locais às escuras. Em São José, mais de 95% das unidades consumidoras estavam sem energia.

Por volta das 18h, a Defesa Civil de Santa Catarina emitiu alerta para tempestades isoladas na Grande Florianópolis, no Norte e na Serra de SC no início da noite desta sexta. Para a Grande Florianópolis e Litoral Sul, o Epagri/Ciram também alertava para ventos de 60 a 80 km/h.

De acordo com a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), foram registradas mais de 980 descargas elétricas durante o começo da tempestade. A empresa informou que algumas subestações foram atingidas e está trabalhando para restabelecer o fornecimento.

Queda de placa interdita BR-101 em São José

A tempestade que começou a cair por volta das 20h, na Grande Florianópolis, derrubou árvores, alagou ruas e causou a interdição da BR-101. No km 206, uma estrutura com placas de sinalização caiu sobre a pista, bloqueando os dois sentidos.

Ainda em São José, uma unidade de saúde, no bairro Procasa foi destelhada e acabou inundando, segundo a prefeitura. O prédio da administração municipal também foi danificado por causa do vendaval. O quarto andar do edifício acabou alagando. No bairro Kobrasol, houve um registro de queda de árvore.

Em todas as ocorrências, agentes da Guarda Municipal e da Defesa Civil estão auxiliando os moradores e os funcionários das repartições atingidas.

Em Florianópolis, a Avenida do Antão, no Morro da Cruz, ficou fechada, por causa da queda de uma árvore. Os Bombeiros estão trabalhando nesta e em outras ocorrências de vias obstruídas. A prefeitura informou que, até o momento, não tem registro de alagamentos pela cidade.

Em Palhoça, ruas do bairro Passa Vinte ficaram alagadas.

Na Serra Catarinense, a chuva começou no durante a tarde. Em Urussanga, o Corpo de Bombeiros atendeu ocorrências de alagamento e enxurradas.

Em Joinville, a Defesa Civil contabilizou estragos no bairro Jardim Paraíso. Foram registrados quedas de árvores e destelhamentos em varias residências. Os agentes distribuíram lonas à população.

Lentidão nas rodovias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou sobre árvores caídas na BR-282, entre Alfredo Wagner e Águas Mornas. Alguns trechos da rodovia estão em meia pista.

Outro trecho de lentidão na rodovia abrange os KM 114 (Itajaí) e e 137 (Balneário Camboriú).

CRÉDITOS: Redação NSC

Publicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *