Suspeito de matar filha em Guaramirim tem prisão em flagrante convertida em preventiva

Suspeito de matar a filha de cinco anos, Ubiratan Luis Modrock, de 39 anos, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

A decisão foi tomada no fim da tarde deste domingo (13) pela juíza de plantão da Comarca de Guaramirim Tatiana Cunha Espezim.

Em depoimento à Polícia Civil, Ubiratan confessou que matou Evelyn Vitória Modrock na madrugada deste sábado (12).

O crime aconteceu na residência de Ubiratan, em um condomínio localizado rua Virgínia Cristofolini, no bairro Guamiranga.

De acordo com o delegado Paulo Reis Venera, ele utilizou uma camisa para asfixiar Evelyn Vitória Modrock, de cinco anos.

Na peça de roupa recolhida pelos peritos do IGP (Instituto Geral de Perícias), havia marcas de sangue e também de saliva, provavelmente expelidos pela criança durante o estrangulamento.

“Inicialmente, ele inventou uma versão fantasiosa para justificar essa prática abominável verificada hoje. Confrontado com as evidências encontradas na casa, ele acabou por confirmar que foi ele mesmo que tirou a vida da filha usando, segundo ele, uma camiseta dele mesmo”, afirma o delegado.

O suposto autor do crime deve responder por homicídio triplamente qualificado, motivo fútil, meio cruel por asfixia e impossibilidade de defesa da vítima.

Ubiratan segue preso no Presídio Regional de Jaraguá do Sul.

Fonte: Nova FM

ANUNCIE NO ‘O JANELÃO’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *