Startup de SC cria plataforma para anunciar vagas de emprego

Plataforma criada pela Symee é totalmente digital e gratuita, com o objetivo de ampliar o acesso às oportunidades de trabalho. 

A startup de tecnologia Symee, de Balneário Camboriú (SC), criou uma plataforma digital totalmente gratuita que funciona como um “balcão de empregos”, a fim de conectar empresas que têm vagas disponíveis a profissionais que buscam oportunidades de acessar o mercado de trabalho.

O sistema disponibilizará vagas de trabalho integral, meio período/temporário, estágio e contratação intermitente.

As empresas poderão publicar vagas no sistema e os profissionais poderão criar currículos e submeter inscrições para as oportunidades. A plataforma já tem vagas disponíveis para o estado de Santa Catarina – o objetivo é expandir os serviços para todo o país até o final do ano. O acesso está disponível no site Symee Vagas (vagas.symee.com.br).

“Nosso principal objetivo é que as pessoas tenham acesso facilitado às vagas disponibilizadas por aquelas empresas que necessitam de mão de obra. Ou seja, buscamos a aproximação entre as pessoas por meio da digitalização da proposta de emprego. Atualmente, pessoas desempregadas pesquisam vagas por horas, entregam currículos e não têm um feedback das suas submissões”, explica o advogado Rodrigo Fidencio, co-fundador da Symee e criador da plataforma ao lado do analista e desenvolvedor de sistemas, Deividi Anderson Scalzavara.

Os profissionais e as empresas podem se cadastrar gratuitamente na plataforma. Quem busca emprego precisa criar um currículo no sistema com informações como dados pessoais, nível de escolaridade, experiências profissionais, certificados, pretensão salarial.

Ao entrar no site, o candidato terá acesso às vagas da região, uma vez que o sistema reconhece a localização do dispositivo utilizado pelo trabalhador. A plataforma ainda conta com filtros que facilitam a procura por vagas a partir do segmento de atuação – serviços, comércio, transporte, logística, saúde, administração, entre muitos outros.

Como o objetivo de automatizar e encurtar o caminho para a seleção, Fidencio explica que a Symee não realiza nenhum contato entre candidato e empresa. “A plataforma é apenas um intermediário entre os dois lados. A organização, caso goste do perfil de um trabalhador, fará a chamada para entrevistas”, completa.

*Desemprego no Brasil –* Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados no final de abril, mostram que a taxa média de desemprego no Brasil foi de 14,4% de dezembro de 2020 a fevereiro deste ano. Ao todo, 14,4 milhões de pessoas estão sem ocupação. Além de ser o maior índice desde 2012, o estudo aponta que mais de 400 mil pessoas caíram no desemprego desde o balanço anterior à este.

Symee – Ao constatar o crescimento da contratação intermitente no país, Rodrigo Fidencio e Deividi Scalzavara, ambos de Camboriú, criaram a plataforma Symee. O sistema foi desenvolvido para facilitar o gerenciamento dos contratos na modalidade e dar segurança jurídica, principalmente, para pequenos e médios empregadores.

A implementação da plataforma de anúncio de empregos foi um passo a mais, dado pelos sócios após análise dos indicadores de desemprego do país e avaliação da experiência de clientes, que comentaram dificuldade para encontrar mão de obra específica para suas demandas.

“No que diz respeito à gestão do contrato de trabalho intermitente, a Symee centraliza informações de fácil acesso sobre a jornada de cada trabalhador, facilita a resposta às convocações para o trabalho, gera recibos e cálculos de remuneração e permite o registro remoto do ponto. O sistema também impede que qualquer processo seja feito fora da legalidade. Assim, todos estão em conformidade com a CLT”, explica Deividi, responsável pelo desenvolvimento do sistema e suporte ao usuário.

Fotos: Divulgação/Huna Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *