Sobe número de mortos e feridos nas rodovias federais após retirada de radares

Números de agosto a outubro.

Total de óbitos aumentou 2%
Já o de machucados saltou 9,1%

Dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal) compilados pela organização SOS Estradas mostram que subiu o número de mortos e feridos em acidentes nas rodovias de agosto a outubro de 2019. O total de óbitos aumentou 2% e o de machucados, 9,1%, ante o mesmo período do ano anterior. A alta foi registrada logo após a retirada de radares móveis de estradas federais do país.

Os dados foram divulgados pelo jornal O Estado de S.Paulo em reportagem desta 3ª feira (17.dez.2019). De acordo com a publicação, a mortalidade na malha federal apresenta tendência de redução desde 2011.

Os registros de violência no trânsito estavam em queda de 7% nos óbitos e de 4,3% nos feridos de janeiro a março deste ano, ante o mesmo período de 2018.

Mas de abril a julho, quando foi suspensa a instalação de equipamentos fixos de fiscalização, o total de mortes havia aumentado 2,7%, na comparação com os mesmos meses de 2018.

Na 2ª feira (17.dez), o juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, adiou para 23 de setembro o prazo para o governo providenciar o total restabelecimento da fiscalização por meio de radares estáticos, móveis e portáteis em rodovias federais.

Via Poder360

‘JANELÃO’ Atendendo toda SC- Aproveite os preços promocionais e anuncie em O Janelão, o jornal que mais cresce!!
WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *