Semana decisiva para Prefeitura de Balneário Camboriú

Taxistas e mototaxistas de Camboriú aguardam ansiosamente a decisão da prefeitura em revogar o ‘teratológico’ decreto 8527/2017 do prefeito Fabrício Oliveira que está acarretando prejuízos ao trabalhador do transporte intermunicipal remunerado de pessoas de Camboriú.

Hoje os trabalhadores estão sendo perseguidos pelas ruas de Balneário Camboriú como bandidos. Em diversas situações os taxistas e mototaxistas tiveram que deixar os passageiros a pé e tiverem seus veículos removidos ao pátio do DETRAN.

O decreto de Fabrício aponta ofensas aos artigos 2°, 5° XIII, 21 XII, 25°, 30° I e V, 93° IV e 170 IV parágrafo único.

Os trabalhadores já fizeram reuniões com o Vice-prefeito Carlos Humberto que não deu em nada e por último com Secretário de Articulação do Governo Omar Tomalih e aguardam um resposta oficial da prefeitura que prometeu analisar a documentação enviada e protocolada pelas categorias na prefeitura.

“Será uma semana decisiva, não podemos viver de promessas. Enquanto isso nossos colegas estão sendo prejudicados pela lei” disse Sartori presidente do Sindicato dos Taxistas de Camboriú.

A categoria ensaia uma campanha contra o governo Fabrício e promete ingressar na justiça para alcançar o objetivo.

Os motoristas de Uber já conseguiram uma limar que garante o direito dos trabalhadores de captar passageiros na Dubai brasileira. Esse será o caminho do taxistas e motoxistas se o governo não atender o pedido.

“Estamos tentando desde do início o diálogo em busca de uma solução, agora está na mão deles” disse Alex mototaxistas de Camboriú.

A prefeitura de Balneário Camboriú disse que o pedido dos trabalhadores está em análise na procuradoria da prefeitura.

VEM AI – 1 ANO DE JANELÃO

Edenilson/OJanelão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *