Sem papas na língua – Por Luiz Gustavo Couto

Por Luiz Gustavo Couto 🔻

PRESENTE DE GREGO

Segundo informações recebidas, Cargo de Confiança nomeada pelo Presidente da Câmara Vereador Roberto Souza Jr. no governo “Piriquito” e mantido com aval de Fabrício de Oliveira, se transformou em um verdadeiro Cavalo de Tróia.

O Presente de Grego é uma das figuras chaves no Controle Contábil e Financeiro da Administração Municipal.

AMNÉSIA SELETIVA

Segundo os dados, a Diretora do Departamento Contábil-Financeiro Juliana Zimmerman Burguer, ao encaminhar uma compra de imóvel pagou o ITBI através de sua empresa WOS Administradora de Bens Ltda pagando o referido valor de R$ 3.900,00.

Como todos somos suscetíveis de AMNÉSIA SELETIVA, sendo de nosso interesse, em Junho/2018 após praticamente 5 anos solicita a restituição do referido valor com as devidas correções.

PEDIDO INDEFERIDO

Segundo os dados levantados a restituição foi realizada em Nov/2013 na conta corrente da própria solicitante. Considerando um lapso temporal de 5 anos onde a memória retornou repentinamente do fato esquecido levar a lembrar do pagamento feito, mas não da restituição do valor.

Comprovada a restituição através de documentos contábeis teve o pedido.

INDEFERIDO

Corretamente pela Administração Municipal.

QUAL A IMPORTÂNCIA DO FATO
Todas as pessoas tem o direito em errar, não podem e não devem ter caracterizadas como Má Fé exercerem um direito seu de solicitar a restituição de valores pagos.

De posse de documentos podem encaminhar tal solicitação.

Comprovado o valor certamente será restituído. Poderá ter seu pedido Indeferido uma vez que a administração tenha realizada a restituição.

MAS ENTÃO… QUAL O MOTIVO DO ARTIGO

Fato 1 – Ser requerente é Diretora Contábil e Financeira, responsável por um departamento que controla exatamente as contas públicas.

Fato 2 – Ser a requerente incapaz de administrar sua Conta Particular, onde recebeu a restituição 30 dias após ter pago o referido valor, e certamente não administrar as contas da sua empresa a WOS, o que a qualifica para neste Cargo Comissionado Administrar uma Prefeitura com Orçamento de mais de R$ 850 milhões.

Fato 3 – Se tinha dúvidas poderia ter feito a simples pesquisa internamente, mas ao lembrar após 5 anos pede a restituição com a devida correção.

Fato 4 – Com um salário de R$ 8.000,00 por mês e custando aos contribuintes mais de R$ 180.000,00 por ano diante deste fato seria esta inapta para tal cargo.

Fato 5 – Por ser Cargo de Confiança do Governo Fabrício de Oliveira, como fica este pequeno esquecimento, somente lembrado após 5 anos. Qual será a atitude a ser tomada por este Governo.

VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR
Não é de hoje que luto pela valorização dos Servidores Efetivos formados e pós
graduados em áreas de suma importância. Diante do desrespeito e da farra com o dinheiro do Contribuinte, para o pagamento de CABOS ELEITORAIS, volto a cobrar as PROMESSAS DE CAMPANHA pela valorização dos mais de 500 servidores que enviaram seus Currículos para avaliação.

Com promessas vazias e mantendo o TREM DA ALEGRIA, Fabrício de Oliveira terá em 2020 que explicar não ter realizado tal avaliação e certamente não poderá contar com
os votos dos servidores.
A RESPOSTA CERTAMENTE VIRÁ JÁ EM 2018 NAS URNAS COM OS CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL E FEDERAL APOIADOS PELA ATUAL ADMINISTRAÇÃO.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *