Rozalba Maria Grime é condenada a quase 57 anos de prisão 

Ré de 28 anos somou uma pena de 56 anos e 10 de prisão por entendimento do Conselho de Sentença que acolheu a denúncia do MPSC de maneira integral; homicídio com cinco qualificadoras.

Durou mais de 15 horas o julgamento de Rozalba Maria Grime, 28 anos, que restou condenada pela morte da professora Flavia Godinho, em crime que chocou Santa Catarina e o Brasil.

Tribunal Popular do Júri decidiu, de maneira unânime já no final da noite desta quarta-feira (24), a condenação de Rozalba Maria Grime por homicídio com cinco qualificadoras contra a mãe, além de homicídio qualificado tentado contra o bebê, na ocasião, com 36 semanas no ventre da mãe. Além disso, ela também deverá cumprir pena por mais quatro crimes relacionados aos dois homicídios.

Começou o julgamento da mulher que confessou ter matado uma jovem grávida em Canelinha.

Rozalba admite que planejou morte de grávida em Canelinha: ‘dei uma tijolada e cortei’.

A ré pode recorrer da sentença, mas não em liberdade, pois já cumpre prisão preventiva pelos crimes e os motivos que levaram a essa medida continuam presentes, conforme determinou o juiz José Adilson Bittencourt Júnior.

Fonte: ND+ Grupo Record

One Comment on “Rozalba Maria Grime é condenada a quase 57 anos de prisão ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *