Região Sul do Brasil apresenta uma das menores taxas de mortalidade de covid-19 do mundo

Com 29,9 milhões de habitantes estimados pelo IBGE, a região sul do Brasil (Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul) apresenta uma das menores taxas de mortalidade por COVID-19 do mundo.

Enquanto o Brasil bate record diário com 1.349 mortes em 24 horas, e registra são 32.548 óbitos acumulados e 584.016 diagnósticos positivos, a região sul que representa 14,26 % da população brasileira até agora registra 612 óbitos, isso é uma taxa de mortalidade de 2.1 %, enquanto no Brasil a taxa de mortalidade é de 15,5 %.

SANTA CATARINA

Santa Catarina despencou no ranking dos Estados brasileiros com mais casos por milhão de habitantes nas últimas 10 semanas, caindo do 5º para 21º lugar. Nesta terça-feira (2) registrou 1.348 casos por milhão de habitantes e ficou atrás da Bahia, que tem 1.440 casos por milhão.

Em 23º no ranking de mortes

Com 148 mortes no total, Santa Catarina aparece em 23º no ranking de óbitos por milhão de habitantes no Brasil. O Estado apresentou média de 20,6 mortes por milhão nessa terça-feira, enquanto o primeiro na lista nacional, o Amapá, registra 507,1 mortes por milhão de habitantes. No Sul do país, SC aparece em segundo na média por milhão. O RS tem média de 21,53 mortes por milhão e o Paraná 17,4.

COMPARATIVO

* Brasil – 211 milhões hab – 32.548 óbitos
*Sul – 29,9 milhões hab –
612 óbitos.
Bélgica 11 milhões hab –
9.522 óbitos
Suécia 10 milhões   hab – 4.542 óbitos
Suíça 8,6 MILHÕES.  hab -1.660 óbitos.

ESTATÍSTICAS FURADAS

Grande parte dos jornalistas e especialistas contavam que em Santa Catarina e na região sul por conta do frio ira morrer mais pessoas por coronavirus que outras regiões do Brasil.  Falavam também que no norte, por ser mais quente, iria morreu mais gente. Até aqui erraram feio.

A maioria deles estavam enganados, o que se sabe até agora é que a mortalidade está relacionada diretamente as medidas tomadas e capacidade de atendimento e insumos hospitalares.

No sul só pra lembrar, nosso governadores e prefeitos foram fortemente críticados por terem fechado e tomado medidas de DISTANCIAMENTO muito antes dos outros e tal. Pois é, agora enquanto outros estados estão a muito mais tempo parados e tomando medidas extrema e acumulado na maioria das regiões milhares de mortos, por aqui no sul as coisa aparentemente andam mais tranquilas.

Um coisa é certa, continue se cuidado, pois assim todos nós ganhamos com isso. Aliás esse está sendo o nosso diferencial no sul.

Uma coisa é certa, agora é tarde para governadores do norte aprenderem com a gente. Agora que a coisa tá feia em outras regiões, eles não tem muito o que fazer pra mudar isso. Morto no volta a viver e o caos no sistema por lá anda feito. O que podem fazer é amenizar o impacto continuando com medidas de enfrentamento.

COVID: Desigualdade no país afeta taxa de mortalidade, diz pesquisa

Levantamento feito pelo programa Cidades Sustentáveis mostra que as cidades com maior índice de pobreza também são aquelas que mais perderam vidas na pandemia. Falta de acesso à saúde e ao saneamento básico de qualidade são empecilhos.

LADO RUIM POR AQUI

O lado ruim de SC e outros estados, inclusive alguns município, está sendo as NOTÍCIAS  das compras sem licitação e suspeita de corrupção na questão de aquisição e gastos com covid-19. A Justiça e órgãos precisam ser regidos e ágeis para investigar e punir com rigor os envolvidos.

Em meio toda essa situação de Pandemia! Nosso orgulho de ser sulista.. RS-SC-PR.. Vc concorda?

Publicado por O Janelão em Terça-feira, 2 de junho de 2020

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *