Rede de esgoto não deve ser misturada com água da chuva

À medida que a companhia de saneamento básico de um município finaliza as obras de implantação e disponibiliza a conexão à rede pública de esgotamento sanitário, é de responsabilidade dos usuários providenciar a ligação de sua residência ou estabelecimento comercial na rede de esgoto. O material coletado tem como destino uma estação de tratamento.

 

Para cumprir a finalidade para o qual foi construído, o sistema de coleta e de tratamento depende que cada cliente faça a sua parte dentro das normas técnicas. Não misturar o esgoto com a água da chuva é uma delas.

 

Gabriel Buim, diretor executivo da Águas de Penha, explica que se a água da chuva for canalizada para a rede coletora, pode haver sobrecarga na tubulação e o esgoto vai retornar para dentro de algum imóvel, normalmente pelo vaso sanitário. O projeto desenvolvido pela concessionária prevê a implantação de 177 quilômetros de rede de esgoto, uma Estação de Tratamento de Esgoto e 16 Estações Elevatórias.

 

Essa ligação é a responsável por conectar as tubulações de pias, tanques, vasos sanitáriose ralos internos à rede pública de esgoto instalada pela concessionária. Assim, o esgoto não corre a céu aberto e pode ter o destino correto: as estações de tratamento de esgoto.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *