PSL de Bolsonaro pede mais verba de fundo partidário que quer extinguir

Vai enteder: PSL de Bolsonaro pede que aumente seu quinhão no fundo partidário, antes do início oficial da campanha.

O PSL de Jair Bolsonaro pediu ao TSE que aumente seu quinhão no fundo partidário, haja vista que a agremiação saltou para oito parlamentares no Congresso.

No entanto, o tribunal tende a rejeitar o pleito do PSL porque — para efeito de distribuição de recursos do fundo — vale as bancadas de agosto de 2017.

O diabo é que, contraditoriamente ao pedido, o novo partido do presidenciável é o mesmo que questiona no STF a criação do bilionário fundão cujo orçamento para este ano é de R$ 1,7 bilhão.

Blog do Esmael

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *