Promotoria processa secretária de Meio Ambiente de Balneário Camboriú

Maria Heloísa é acusada de analisar e aprovar, quando era técnica da secretária, projeto de clientes de sua empresa particular. A secretária Heloísa nega as acusações e diz que não há provas de que cometeu as irregularidades.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) ingressou com ação civil pública por ato de improbidade administrativa e com denúncia criminal contra a ex-Diretora do Departamento de Desenvolvimento Ambiental e atual Secretária do Meio Ambiente de Balneário Camboriú (Semam), a bióloga Maria Heloísa Beatriz Cardozo Furtado Lenzi.

De acordo com o Ministério Público, a então Diretora fazia, em horário de expediente, serviços particulares de consultoria ambiental. Ela também teria analisado e aprovado, como técnica da secretaria de Meio Ambiente, estudos de empreendimentos que seriam de clientes de sua empresa particular de consultoria ambiental.

Publicidade

Via O DIARINHO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *