Projeto contra Nepotismo é reprovado em Itajaí e termina em confusão

Confusão marca votação do Nepotismo na Câmara de vereadores de Itajaí.

Tumulto toma conta da Câmara de Veradores de Itajaí na noite desta quinta feira (13), as imagens mostram o vereador Osmar Teixeira (Solidariedade) que pós ter proferido seu voto desceu do plenário e foi em direção aos manifestantes que ali estavam.

As informações dão conta que o Vereador Osmar teria em seu voto citado uma manifestante presente, alegando que a mesma em governos anteriores usava desta prática e agora estaria sendo demagoga exigindo dos vereadores que votassem a favor da Lei para barrar está prática.

Clique aqui pra ver a confusão 

No encontro com os manifestantes os ânimos se exaltaram e houve muito bate boca entre o vereador e esta senhora, nas imagens é possível observar que um senhor com uma cartolina nas mãos desferiu a mesma contra o vereador e alertando o mesmo que aquela senhora na qual ele discutia teria idade para ser sua mãe e exigia respeito.

A confusão só terminou com a interferência dos servidores da casa legislativa e demais vereadores que estavam presente na votação.

O vereador se manifestou em nota dizendo que votou contra o nepotismo, mas que é contra também à hiprocrisia.

Para ser aprovado o Projeto precisava de 12 votos, mas só alcançou 09.

O que pretendia o projeto

Iniciativa da vereadora Anna Carolina Martins (PSDB) busca endurecer a Lei Orgânica Municipal, o Projeto de Emenda à LOA nº 3/2021 que visa alterar a Lei Orgânica Municipal para inibir a prática do nepotismo na administração pública, seja ele direto ou cruzado, evitando que agentes públicos usem de sua posição para nomear, contratar ou favorecer parentes. 

O Projeto iria tornar mais difícil a prática de nepotismo e para isso fará importantes modificações na lei atual: irá ampliar até 3º grau todas restrições da Lei; acrescentou as restrições também para parentes de cargos em comissão de direção, chefia ou assessoramento; proíbe nos casos de dispensa de licitação e contratação direta o parentesco entre o agente público e o sócio ou administrador e cria novo parágrafo exclusivo para evitar a prática de nepotismo cruzado.

Crédito Band FM e Redação O Janelão

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *