PRF/SC – Operação Motovida na Grande Florianópolis

 

22/09/2020 – Em janeiro deste ano, analisando o grande número de acidentes graves de trânsito envolvendo motos, a Polícia Rodoviária Federal decidiu estudar formas de reduzir esta realidade. Analisando estudo nacional sobre os trechos de 10 km mais críticos do Brasil, verificou-se que a Grande Florianópolis figura entre os primeiros lugares.
Os trechos da BR 101 compreendidos entre os marcos quilométricos 190 (Biguaçu) e 220 (Palhoça), passando por São José e o trecho da BR 282 (Via Expressa) entre os marcos quilométricos 00 (Florianópolis) e 06 (São José) foram, devido ao número de acidentes graves, escolhidos para serem o objeto de estudo da Operação Motovida. Foi levantado que 70% dos acidentes graves nestes trechos da BR 101 e 56% dos acidentes graves na BR 282 (Via Expressa) envolvem motos. Acidente grave é aquele que tem, pelo menos, um ferido grave ou um morto.
Assim, a partir de março iniciou a Operação Motovida na Grande Florianópolis com um conjunto de ações de educação para o trânsito e ações de fiscalização. Ao final do primeiro semestre de 2020 foi verificado que as ações de educação e fiscalização de motos na Grande Florianópolis tiveram resultados positivos. Os acidentes graves envolvendo motos na Grande Florianópolis caíram consideravelmente no final do primeiro semestre de 2020 em relação aos anos anteriores.
Primeiro semestre 2018 – 133 acidentes graves envolvendo motos
Primeiro semestre 2019 – 142 acidentes graves envolvendo motos
Primeiro semestre 2020 – 102 acidentes graves envolvendo motos
Não se pode dizer que esta redução foi por causa da pandemia porque no Estado a redução foi de 17%, enquanto que na Grande Florianópolis a redução foi de 43%.
Durante a Semana Nacional do Trânsito (18 a 25 de setembro) deste ano, considerando os bons resultados alcançados e que o alvo da campanha são motociclistas, ciclistas e pedestres, foram realizadas várias ações de educação e fiscalização em todo o Estado e, especificamente, na Grande Florianópolis.
Foram direcionados 37 PRFs para trabalhar na Operação Motovida na Grande Florianópolis durante a Semana Nacional do Trânsito, com foco em ações de educação e fiscalização. As ações de educação para o trânsito contaram com o apoio da Autopista Litoral Sul e envolveu a fiscalização e a entrega de folders, instalação gratuita de 100 antenas corta pipa, adesivo refletivo em 54 bicicletas, 257 capacetes de motociclistas, 30 baús de motos e distribuição gratuita de 40 coletes refletivos para ciclistas.
Foram fiscalizadas 2.254 motos, tendo sido lavrados aproximadamente 1.050 autos de infração. A maioria das infrações verificadas foram licenciamento vencido e problemas na habilitação do motociclista. Das mais de 1.000 motos autuadas (multadas), aproximadamente 120 foram retidas. As motos foram liberadas em todos os casos em que a regularização podia ser feita posteriormente. Nos casos de licenciamento, falta de condutor habilitado ou quando a irregularidade gerava risco de acidente, a moto foi retida.
Todo o esforço da PRF é para garantir segurança aos usuários das rodovias, especialmente motociclistas, ciclistas e pedestres, os mais vulneráveis nos acidentes de trânsito. Independente de culpa, eles são as principais vítimas.
A PRF tem o compromisso de salvar vidas e pede a participação de toda a sociedade na luta por um trânsito mais seguro.
“Perceba o risco. Proteja a vida.”
#prf #prfsc #prf.sc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *