Polícia localiza laboratório de drogas sintéticas no Interior de Camboriú 

FOI APREENDIDO R$ 70,000,00 MIL NO LOCAL E PRESO UM EMPRESÁRIO DO TRÁFICO

Polícia Federal (PF), com apoio da Receita Federal e da Polícia Militar (PM), deflagrou na manhã desta quarta-feira (16) uma operação para desarticular um grupo criminoso instalado em Camboriú na Estrada Geral dos Macacos e que dava suporte para toda região na prática do crime de tráfico de drogas sintéticas para venda em eventos.

Durante a ação foram presos um empresário e três meliantes que integram um grupo criminoso. Um dos alvos já estava preso no presídio de Joinville, e teve a voz de prisão decretada.

Durante o cumprimento dos mandados, os policiais encontraram R$ 70 mil em espécie em uma das casas do empresário do crime em Camboriú e mais R$ 100 mil em um apartamento dele em Florianópolis.

Cerca de 80 policiais federais participaram da ação denominada de “Rota do Espantalho”. No total, foram expedidos pela 1ª Vara Criminal da Justiça Estadual 16 mandados de busca e seis mandados de prisão temporária.

Conforme investigação os caras, que se passavam por empresários, atuavam promovendo a compra injustificada de produtos químicos precursores da fabricação de drogas sintéticas. As substâncias eram adquiridas em duas lojas de produtos químicos de Joinville e em seguida levadas para laboratórios clandestinos, onde eram empregadas na fabricação de drogas como ecstasy e MDMA.

A operação desta manhã é um avanço de uma investigações que começaram em 2019. Desde junho de 2020, que desmantelou três laboratórios clandestinos de drogas sintéticas, localizados em São José dos Pinhais, Camboriú e São Francisco do Sul. Durante as ações seis pessoas foram presas em flagrante. As investigações devem continuar.

Os meliantes responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, em que as penas máximas somadas chegam a 25 anos de reclusão.

Por Paulo Roberto Silva

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *