PF vai usar Lamborghini de R$ 800 mil apreendida com ‘Rei do Bitcoin’ no Paraná

Veículo de luxo foi apreendido em operação da Polícia Federal que mirava uma quadrilha.

A Lamborghini possui motor de 10 cilindros e potência de 560 cavalos.

A Polícia Federal do Paraná vai começar a usar uma Lamborghini Gallardo LP 560-4, que vale cerca de R$ 800 mil. O carro de luxo foi apreendido em julho deste ano, durante a Operação Daemon, que mirava investigar um grupo ligado a três corretoras de criptomoedas sob suspeita de ter operado um esquema de pirâmide financeira e desviado R$ 1,5 bilhão – valor devido a 7 mil credores no âmbito de processo de recuperação judicial.

A Lamborghini, com potência de 560 cavalos, era de Cláudio José de Oliveira, conhecido como o ‘Rei do Bitcoin’, segundo informações da PF. O suspeito estaria envolvido em uma fraude que chega a casa dos bilhões em criptomoedas. Durante a operação na qual foi preso, e, de acordo com as investigações, o ‘rei do Bitcoin’ teria usado arma para intimidar funcionários na ocasião de sua detenção.

PUBLICIDADE

Publicidade Innova

O carro foi liberado para a PF provisoriamente, até ir à leilão, no entanto ainda não há data para a comercialização acontecer. O valor da venda do veículo de luxo será voltada para as pessoas que foram vítimas da quadrilha que negociava as criptomoedas de forma criminosa.

Segundo a PF, o carro de luxo será usado apenas em eventos, exposições e outras atividades não rotineiras da corporação

As informações são do portal “G1”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *