Pai e filho são presos por perturbação do sossego e posse de pássaros silvestres em Camboriú

Um chamado de perturbação de sossego alheio se transformou em uma ocorrência conturbada neste domingo, dia 01 de março. A Polícia Militar de Camboriú acabou prendendo três pessoas no Bairro Areias.

Após ser acionada pela Central Regional de Emergências/190, uma guarnição da Polícia Militar de Camboriú se dirigiu até a Rua Goiás, no Bairro Areias, pois moradores da região estavam reclamando de som alto em uma residência. Chegando ao local, os policiais fizeram contato com o dono da casa, que se encontrava visivelmente embriagado e alterado.

Gritando, o homem afirmou que não baixaria o volume, e que o som estava virado pra casa dele. Ainda exigiu saber quem havia comunicado o fato. Mais uma vez, a guarnição tentou conversar com o homem, a fim de resolver a situação. Neste momento, ele desacatou os policias, dizendo que “não é porque usam fardinhas que vão entrar na minha casa sem mandato”.

Ele recebeu voz de prisão, e a guarnição pediu que ele saísse de dentro da casa para ser conduzido. Ele não acatou a decisão. Neste momento, seus dois filhos vieram até o portão e disseram que ninguém iria prender seu pai. Mais três viaturas foram acionadas para prestar apoio no local.

O portão foi retirado, e ao adentrar na residência, o homem resistiu à prisão, e ele e seus filhos agrediram os policiais, sendo todos imobilizados pelas guarnições. No interior da casa, os policiais encontram uma motocicleta Honda sem placa e sem numeração no chassi. Cinco pássaros silvestres sem anilhas também foram localizados.

Diante dos fatos, as guarnições conduziram os envolvidos, a motocicleta, a caixa de som e os cinco pássaros para providências cabíveis.

Lembrando que a posse de animais silvestres sem a devida permissão é crime, passível de detenção de seis meses a um ano, mais multa.

Via Polícia Militar de Camboriú.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *