Padrasto é preso por estuprar e engravidar enteada de 12 anos

Crime ocorria há mais de um ano em Ilhota, conforme relato da vítima.

Um homem de 42 anos foi preso preventivamente por abusar sexualmente e engravidar a enteada de 12 anos em Ilhota. O mandado foi cumprido na tarde desta sexta-feira (29) durante o depoimento dele na delegacia. A mãe da menina descobriu a gravidez e procurou a polícia nesta quinta-feira (28).

O delegado de Gaspar, Bruno Fernando, assumiu o caso e ouviu os relatos. Conforme a esposa do suspeito, ela começou a reparar que a barriga da filha estava crescendo. Nesta quinta, comprou um teste de gravidez, que confirmou a desconfiança.

Leia mais:
Cresce número de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual 

Ao confrontar a criança, a menina contou que a violência ocorria desde o ano passado. O homem abusava da vítima toda vez que a mulher saía para trabalhar e ele ficava sozinho com a enteada. A mãe questionou o marido, que confirmou o crime. Ela o expulsou de casa e procurou as autoridades. Nesta sexta, os três compareceram à delegacia.

A menina foi ouvida através de um atendimento psicológico. Devido aos depoimentos e evidências, Bruno solicitou a prisão preventiva, que foi aceita pela Justiça rapidamente. Ao terminar a declaração, o suspeito, que não tem registro de outras passagens policiais, foi levado ao presídio regional de Blumenau. A vítima ficou sob os cuidados da mãe.

Bianca
Por Bianca Bertoli
bianca.bertoli@somosnsc.com.br
(Foto: Roberto Scola, Agência RBS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *