Obra na avenida Santa Catarina atrasa e gera transtornos para comerciantes em Camboriú

Com grande volume de veículos nesta temporada, o fim da obra na Avenida Santa Catarina nunca foi tão desejado por moradores e comerciantes de Camboriú. No início desta última semana, a vereadora Inalda do Carmo (DEM) foi até o local cobrar agilidade.

Em meados de outubro de 2017, o secretário de Planejamento do município, Claudinei Loos, esteve na Câmara de Vereadores e garantiu que até dezembro o primeiro trecho da obra (entrada do Taboleiro) seria concluído, mas isso não aconteceu.

O engenheiro responsável pela obra da empresa Paco Pedra, Cristian Fuchs e o Mestre de obras, Jessé Corrêa, pontuaram para a vereadora Inalda alguns atrasos por conta de falta de pagamento e obras que precisam ser feitas de responsabilidade da prefeitura.

O certo é que a obra está devagar e atrasada, desagradando, além dos usuários da via, comerciantes. Vou continuar cobrando e fiscalizando para que a obra seja executada e entregue a comunidade como foi prometido” afirmou Inalda.

Segundo a empresa Paco Pedra, uma equipe efetiva deve começar a trabalhar no local nesta quinta-feira (11). O secretário Claudinei Loos admitiu, em reunião na Câmara, que era para a obra ser concluída em 10 meses, mas é provável que se estenda até abril.

Somente agora o primeiro trecho da Avenida Santa Catarina começa a ser asfaltado. O asfaltamento do primeiro trecho da via começou a ser realizado na manhã de sexta-feira dia 19.

O que diz a prefeitura

A previsão da Secretaria de Planejamento Urbano é de que essa etapa seja concluída em cerca de 15 dias. Segundo o secretário, engenheiro Claudinei Loos, nesta semana também foi planejada a requalificação da iluminação pública ao longo da via, que não estava incluída no projeto original.

Além da nova iluminação, também estamos projetando a galeria pluvial que vai evitar a inundação do trecho próximo ao trevo que dá acesso ao bairro Taboleiro, um problema antigo que ocorre na via em momentos de chuvas intensas”, explica Loos. Ele esclarece, ainda, que se tratam, novamente, de ações que não estavam incluídas no projeto original, o que resultou em atraso na previsão de entrega da obra.

“Pedimos a compreensão de todos os que transitam pela Avenida Santa Catarina durante a realização das obras. Se possível, utilizem rotas alternativas. Sabemos que os trabalhos no local geram transtornos, mas o resultado terá um impacto muito positivo para todo o município”, completa o secretário.

Requalificada, a Av. Santa Catarina contará com ciclovia de ponta a ponta, duas pistas em ambos os lados, bolsões de retorno e passeio público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *