Nomeação de filho pode complicar Morastoni

A juíza Sônia Moroso Terres, da vara da Fazenda Pública de Itajaí, julga uma ação popular movida contra o prefeito Volnei Morastoni (MDB) por suposto nepotismo.

A ação é do advogado Luiz Henrique Pereira e tem como alvo o vereador Thiago Morastoni (MDB), filho do prefeito, que desde 11 de julho é secretário de Desenvolvimento Econômico.

O advogado usa a Lei Orgânica de Itajaí, que é uma espécie de constituição municipal, para fundamentar o argumento de nepotismo.

É que o artigo 10-A da lei deixa claro que o prefeito não pode nomear parentes para cargos em comissão.
Procurada, a prefeitura não se manifestou sobre o caso.

Por Paulo Roberto Silva

Vem aí um ‘JANELÃO’ cada vez melhor!! WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *