No Sul: Seis filhos foram estuprados pelo próprio pai durante 10 anos

Um homem de 45 anos acusado de abusar sexualmente dos seis filhos em Diamante do Sul, no Oeste do Paraná, foi preso nesta sexta-feira, 22. 

As vítimas são cinco homens e uma mulher que tem idade entre 15 e 26 anos. Segundo a Polícia Civil, em oitiva com quatro das seis vítimas, os abusos foram confirmados.

O delegado Bruno Falci, responsável pela investigação e titular da Delegacia de Guaraniaçu, afirmou que o ponto chave da investigação foi o suicídio de um dos filhos do homem.

“Não havia motivo aparente para o suicídio, o jovem de 20 anos não tinha quadro de depressão, não sofria com vício em drogas ou álcool”, descreve o delegado.

O rapaz foi encontrado morto em 29 de janeiro.  O Conselho Tutelar, após a morte do rapaz de 20 anos, informou à Polícia de que no núcleo familiar havia indícios de abuso sexual e então as oitivas iniciaram.

O filho mais novo do acusado, um adolescente de 15 anos, foi submetido a exames no IML (Instituto Médico-Legal) que confirmou os abusos sexuais.

A mãe das vítimas ainda não foi ouvida, para não atrapalhar as investigações e a prisão do suspeito. A mulher deve ser ouvida até a próxima segunda-feira (25). Segundo os filhos, a mãe já sabia dos abusos, porém nunca fez nada. Os abusos aconteceram por pelos menos 10 anos.

A filha do casal contou que é abusada desde os oito anos. Segundo os depoimentos, o homem levava as vítimas sob ameaça em um barracão e cometia o crime sem se importar com a presença de outros membros da família.
Em depoimento, os irmãos da vítima de suicídio contaram à Polícia que o irmão dormia com o pai há pelo menos dois anos. Os abusos normalmente ocorriam durante à noite.

Com o Inquérito Policial próximo de encerramento, o homem segue preso em Guaraniaçu aguardando pronunciamento Judicial.

Ele foi preso em casa, tentou fugir, mas foi capturado pelos policiais. O acusado do estupro já tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas em 1996.

Via HCNotícias

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *