Nelson Teich assume Ministério da Saúde em meio crise política sobre Coronavírus

Bolsonaro, presidente do Brasil, demitiu seu ministro mais popular Luiz Henrique Mandetta, após divergências sobre resposta ao coronavírus e retoma protagonismo político. Segundo especialistas, daqui para frente, o que acontecer será de inteira responsabilidade do Presidente da República.

Os baixos números de contaminação no Brasil, se deram até aqui, por conta da atuação da equipe do ministro Mandetta.

Os principais veículos de comunicação destacaram a popularidade de Mandetta e o seu apelo em favor das medidas de isolamento social para conter o avanço da Covid-19 no Brasil, que já reportou 30.425 casos da doença e menos de 2 mil mortes, segundo o Ministério.

“Mandetta defendia o isolamento social, enquanto o presidente de extrema-direita insiste que o impacto da pandemia na economia brasileira é mais importante do que a perda de vidas”.

Em vídeo de 2019, Teich diz que ‘escolhas são inevitáveis’ e compara tratamento entre idoso e adolescente

Nas imagens, de abril do ano passado, novo ministro da Saúde fala sobre a tomada de decisões quando se tem recursos limitados

— Como você tem dinheiro limitado, você vai ter que fazer escolhas, vai ter que definir onde você vai investir.  Tenho uma pessoa mais idosa, que teve uma doença crônica, avançada, e teve uma complicação. Para ela melhorar, eu vou gastar praticamente a mesmo dinheiro que vou gastar para investir em um adolescente, que está com um problema.  O mesmo dinheiro, é igual, só que essa pessoa é um adolescente que tem a vida inteira pela frente e a outra pessoa idosa que pode estar no final da vida.

“Qual vai ser a escolha? São duas coisas importantíssimas na saúde hoje: o dinheiro é limitado, e você tem que trabalhar com essa realidade, a segunda é que escolhas são inevitáveis. Quais vão ser as escolhas que você vai fazer — diz Teich no vídeo de sete minutos, gravado após ele participar da mesa sobre oncologia sustentável, acessível e justa.” Disse novo Ministério de Bolsonaro

O vídeo foi postado no dia 17 de abril de 2019 pelo Instituto Oncoguia. Pouco antes de chegar ao trecho que está sendo compartilhado nas redes sociais, o oncologista diz que falaria sobre algo que seria um pouco polêmico e começa a dissertar sobre o valor de equipamentos, que cada um dá, de acordo com a realidade em que está inserido.

Veja mais:

QUEM É NELSON TEICH, O NOVO MINISTRO DA SAÚDE
JANELÃO
“Tenha fé, vai dar tudo certo.”
WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *