Não houve sabotagem e manipulação de laudos de análise da água da SEMASA em Itajaí 

Ministério Público solicita arquivamento de Inquérito Policial contra apoiadores da campanha de Robison Coelho à Prefeitura de Itajaí.

Na semana passada o Ministério Público de Santa Catarina solicitou o arquivamento das denúncias contra apoiadores do ex-vereador Robison Coelho (PSDB) à Prefeitura de Itajaí.

As denúncias, enviadas à Polícia pelo então Diretor Geral do SEMASA, davam conta de que membros da coordenação da campanha eleitoral do vereador teriam solicitado a adulteração de laudos de análise da água distribuída à população durante a crise hídrica pela qual a cidade de Itajaí passou.

O então prefeito e candidato à reeleição Volnei Morastoni utilizou estas denúncias e investigações em boa parte da reta final de sua propaganda eleitoral na TV, trazendo desinformação aos eleitores, afirma a nota do Coordenador Jurídico da campanha de Robison Coelho, o advogado João Paulo Tavares Bastos Gama.

A eleição municipal de Itajaí em 2020 foi exaustivamente pautada na questão da Autarquia Municipal que distribuí água à população, com acusações mútuas entre as duas principais campanhas.

“Com o arquivamento deste inquérito, cai por terra as teses de sabotagem que a campanha de Volnei Morastoni tentou imputar a mim e aos meus apoiadores, numa clara tentativa de delegar os problemas à terceiros e não à sua má gestão”, afirma o ex-candidato Robison Coelho.

NOTA À IMPRENSA

Em meio ao processo eleitoral de 2020, Itajaí assistiu ao candidato à reeleição Volnei Morastoni, Prefeito incapaz de entregar água de qualidade à população, tentar justificar a sua incompetência através de denúncias vazias de sabotagem e manipulação de laudos.

O então Diretor do SEMASA levou às autoridades policiais áudios e supostas provas de que a campanha do principal adversário de Volnei Morastoni, o então vereador Robison Coelho, estaria promovendo falsificação de laudos com o objetivo de amedrontar os itajaienses.

A versão de crimes foi utilizada abusivamente pelo candidato à reeleição em seus programas eleitorais, numa espécie de cortina de fumaça para imputar ao seu adversário culpa na caótica crise hídrica pela qual o município passava.

Pois bem, a verdade e a justiça podem demorar a aparecer, mas com o tempo, elas surgiram.

Isto porque, o Ministério Público do Estado de Santa Catarina, após dois Inquéritos Policiais junto à Polícia Civil e à Polícia Federal, concluiu que as condutas imputadas à campanha de Robison Coelho e seus apoiadores não constituía crime algum, requerendo o arquivamento dos Inquéritos Policiais.

Lamenta-se que por muito pouco a população de Itajaí foi privada de uma mudança geracional em seu comando e, as versões criadas pela campanha de reeleição do atual Prefeito tenham induzido parte da população ao erro na hora de votar.

No fim, resta-nos a consciência tranquila de termos feito sempre a coisa certa.

João Paulo Tavares Bastos Gama
Coordenador Jurídico da Campanha Robison e Lapa

Cada vez mais perto de vc!!!! Aguarde, ainda em 2021, terenos grandes novidades que vão deixar cada vez mais próximo do nosso Portal. (47)996216941

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *