Mulher raptada em Joinville é libertada em Balneário Camboriú

A jovem de 19 anos contou, que foi mantida em cárcere privado na capital do turismo e teve que manter relações sexuais com o suposto sequestrador. 

A Polícia Militar foi acionada pela Central de Emergência 190 para averiguar uma mulher refugiada em uma farmácia, a qual informou ter sido “sequestrada” na cidade de Joinville.

No local identificado na denúncia, os policiais militares localizaram F.T.V.R de 19 anos. Ela informou que conheceu um homem de 46 anos no dia 14 de Novembro em Joinville, o qual se apresentou como Márcio.

Esse homem trouxe a vitima para Balneário Camboriú, mantendo-a em cárcere privado. Segundo a vitima, o homem manteve relações sexuais com a mesma, sem seu consentimento.

No dia 17/11 – sábado, por volta das 17hs, a vítima conseguiu fugir e se refugiar numa farmácia localizada na Av do Estado, vindo a chamar a Polícia Militar.

Na conversa com os policiais militares para lavratura do Boletim de Ocorrência, a vítima não sabia identificar o local que estava em cárcere privado e nem tampouco o veículo do autor.

A vitima parecia muito confusa nas suas informações, trocando sua versão dos fatos várias vezes.

A Central de Emergência 190 informou a CPP/PC.

A vítima foi conduzida ao Hospital Ruth Cardoso pelo ASU do Corpo de Bombeiros, pois havia desmaiado durante a lavratura do BO.

A Polícia Militar expediu uma requisição para a realização do Auto de Lesão Corporal a ser realizado pelo IGP.

A mãe da vítima deslocou de Joinville e compareceu ao local dos fatos, ficando responsável pela mesma.

BC, 18 de novembro de 2018.

Evaldo Hoffmann Jr
Ten Cel Cmt do 12° BPM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *