Mulher dopa marido e queima ele vivo em forno de fumo no Rio Grande do Sul 

Um crime chocou os moradores de Dom Feliciano-RS, município localizado a 270 km de Lajeado. Nesta terça-feira, 11 de maio, a Polícia Civil esclareceu o desaparecimento de um homem de 42 anos, ocorrido em fevereiro, e descobriu que ele foi dopado e morreu queimado em uma estufa de fumo.

Segundo a investigação, a companheira deu medicamento tranquilizante misturado em suco de laranja e colocou o homem dormindo dentro de uma fornalha na estufa de fumo da casa da família. A vítima acabou morrendo carbonizada. A polícia tenta ainda determinar a motivação do crime.

A ação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Dom Feliciano, com apoio da Delegacia de Polícia de Camaquã. Participaram oito policiais civis, em três viaturas.

Com informações Agora no Vale / RS Agora.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *