Mulher descobre que a mãe estava viva minutos antes da cremação, na Argentina

Em uma situação de filme de terror, uma mulher descobriu que sua mãe estava viva pouco antes de ser cremada. Aconteceu em Resistencia, Chaco, no último fim de semana. O caso gerou muita polêmica na mídia local e os detalhes de como esse episódio aconteceu são ainda mais assustadores. A mulher, após vários dias de agonia, morreu ontem a noite, conforme confirmado por fontes judiciais.

Alejandro Dominguez, chefe da Divisão de Imprensa da Polícia do Chaco, disse ao Clarín que no último domingo, às 21h, uma mulher de 54 anos fez uma denúncia contando o que havia acontecido horas antes em um sanatório da Resistência. “Segundo a mulher, no sábado ela levou a mãe de 84 anos ao hospital porque não estava se sentindo bem. Lá os médicos decidiram que ela deveria ser internada na UTI. A mulher, segundo seu depoimento, foi Ele voltou no dia seguinte, no mesmo domingo em que fez a denúncia. Foi lá que o Sanatório lhe disse que sua mãe havia morrido “, disse Dominguez.

O que aconteceu a seguir foi a descrença. Segundo o boletim de ocorrência, narrado pelo próprio chefe de imprensa da Polícia do Chaco, a mulher, ao saber da morte da mãe, providencia um crematório para que recolham o corpo.

 “Por uma questão de protocolo, porque estamos no meio da pandemia de Covid , os falecidos são colocados em um chinstrap e colocados em uma gaveta lacrada com vidro. A mulher teve uma hora para se despedir da mãe. Naquele momento, na hora de retirar o corpo, a filha percebeu que a tira de queixo que sua mãe usava se mexeu. Aí ela percebeu que ainda respirava. “

Video: denuncian que estuvieron a punto de cremar a una mujer que estaba viva.

Via Clarin da Argentina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *