Mulher condenada a mais de 30 anos é presa em Tijucas

A prisão foi realizada pela Policia Militar de Tijucas e São João Batista, após avistarem a mulher em um veiculo em atitudes suspeita. Uma mulher condenada a mais de 30 anos por adulteração de veículos, foi presa na tarde desta terça-feira(10) junto com um funcionário público em Tijucas.

De acordo com o relatório policial, a mulher identificada como Miriam Brasil já conhecida no meio policial está de saída temporária do presidio, onde cumpre pena de mais de 30 anos pelos crimes de clonagem e adulteração de veículos automotores. O Major Eder Jaciel de Souza Oliveira disse que a mesma ja havia sido presa em Itapema no ano de 2012 com diversos veículos furtados, documentos e placas roubadas.

Durante abordagem, ela ainda tentou mentir a identidade e disse se chamar Patricia Brasil, mas os dados não foram constatados. Em seguida um senhor identificado como Fernando Brasilchegou no local e tentou favorecer Miriam ajudando a mentir, mas acabou chamando a mulher pelo nome Miriam e foi ai então que a própria acabou confessando a sua verdadeira identidade.

Miriam recebeu voz de prisão pelo crime de falsidade ideológica e Fernando por favorecimento pessoal. A dupla foi conduzida para a Delegacia de Polícia de Tijucas para os procedimentos cabíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *