Moradora do Jardim Europa em Camboriú denuncia falta de atendimento domiciliar da equipe da UBS daquela localidade

A moradora entrou ontem em contato com o Portal, reclamando que fez contato via whatsapp com a UBS Gilberto Lafitte do Jardim Europa, solicitando que a equipe de atendimento médico viesse até sua residência, para efetuar atendimento para a mesma que estava sofrendo com fortes dores em seu joelho, após uma cirurgia que a mesma havia realizado .

Relata a moradora que inicialmente a equipe prestava este tipo de atendimento a ela, porém, que no segundo atendimento, a equipe informou  que a mesma teria que fazer seus curativos sozinha, ou ela deveria se dirigir à UBS.  Acontece que a moradora, não consegue se locomover, necessitando de duas pessoas para auxiliar ela na sua locomoção. Pessoas essas, que ela não tem disponivel todos os dias .

Conforme a moradora, inicialmente, ela mesmo fazia seus curativos, mas como a cirurgia começou a latejar, ela solicitou atendimento médico na casa dela, pois ela não tinha quem a ajudasse na locomoção naquele momento.
Conforme mensagens enviadas a está redação, a atendente informou a mesma, que a enfermeira disse que o médico não estaria disponível para ir até a residência da mesma para efetuar o atendimento médico e que o Técnico que faz os curativos tbm não. Deixando somente a possibilidade da mesma se dirigir a UBS daquele local para receber pronto atendimento.
A moradora ainda respondeu a atendente que não teria a possibilidade de locomoção pois só seria possível se ela fosse pulando somente em uma das pernas, já que a outra perna, está inviável neste momento, devido a cirurgia, que ela se quer conseguia se manter em pé com a muleta.
A moradora citou ainda em conversas com a atendente que está espirrando muito há 3 dias, e que estaria apresentando sintomas de covid-19 e que estaria se sentindo muito mal.
Mesmo assim não conseguiu atendimento domiciliar, previsto em lei.

👉🏼No artigo 196 da Constituição Federal é assegurado aos brasileiros uma vida digna, com direito à saúde. Assim, é muito importante que façamos a exigência de nossos direitos, beneficiando a sociedade como um todo.

Após a negativa a moradora enviou a seguinte mensagem a atendente 👇

Ah sim obrigada pela força médica . Por ventura eu irei pulando de uma perna só mal consigo parar em cima das muletas . Mas mesmo assim Deus abençoe. Vou procurar ajuda nas redes sociais e demais meios de comunicação com certeza terá pessoas de bom coração q poderão me ajudar obrigada.

 

Logo em seguida chegou a resposta  👇

Depois disso eles começaram a me chamar pra conversar aí queriam me atender mas só para amanhã e eu estou com suspeita de covid. Por eles eu poderia morrer q tanto faz . Gostaria que tivesse algo que melhorasse para q não aconteça mais esse descaso com o ser humano.

Não restando outra opção, a mesma após passar muito mal durante o dia todo sozinha e com fortes dores, ela conseguiu se deslocar, somente no final do dia, até o Ruth Cardoso, onde recebeu pronto atendimento médico e já agendou exame para covid19, no município vizinho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *