Microplástico é um dos poluentes mais prejudiciais aos oceanos e à vida marinha

Bombinhas, a capital nacional do mergulho, é uma cidade reconhecida por suas belezas naturais e o foco no desenvolvimento sustentável. Por isso, um dos objetivos da Águas de Bombinhas é auxiliar na preservação ambiental e orientação de moradores e turistas através de campanhas e projetos sociais. De tempos em tempos, os colaboradores também participam, de forma voluntária, de ações de limpeza nas praias e áreas comuns da cidade.

Atualmente, o descarte incorreto do plástico é um dos maiores causadores de poluição marítima – principalmente o microplástico, que nada mais é do que partículas minúsculas do plástico que foi se degradando no mar. Quando o sol e a água salgada decompõem o plástico, ele se torna um microplástico que é consumido pelas criaturas marinhas e adentra a cadeia alimentar.

A maioria dos resíduos em nossos oceanos é composta por plástico, material usado para fabricar produtos adquiridos pelos consumidores. Os maiores culpados são embalagens de alimentos, garrafas e tampas de bebidas, sacos plásticos e pontas de cigarro (nestes, os filtros contêm plástico por terem acetato de celulose).

Atitudes pequenas podem ajudar na preservação, confira algumas dicas da Águas de Bombinhas:

Evite comprar água em garrafas de plástico.

Evite canudinhos de plástico e outros plásticos descartáveis.

Use uma sacola reciclável para embalar suas compras.

Escolha garrafas recicláveis e não garrafas biodegradáveis. A maioria das garrafas biodegradáveis apenas se degrada em ambientes de compostagem industrial.

Recolha o lixo quando você estiver na rua. Lixo espalhado no chão geralmente acaba no oceano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *