Menor é morto em confronto com a PM em Camboriú

Um menor de 17 anos foi morto pela Polícia Militar em Camboriú , na noite dessa sexta-feira (1°), na rua Monte Castelo no bairro Monte Alegre em Camboriú.

Uma guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da Polícia Militar de Camboriú recebeu informações que estaria ocorrendo tráfico de drogas, em uma casa na rua Monte Castelo.

Na rua a atitude suspeita de dois masculinos chamou a atenção dos policiais militares, que estavam em rondas no bairro.

Assim que os masculinos viram os PMs, ambos tentaram fugir. Um deles entrou em uma casa, tentando escapar, mas foi encurralado e após os policiais perceberem que ele estava armado acabaram acertado dois tiros no rapaz, depois indeterminado como
A.d.S.N de 17 anos, que morreu no local.

Populares contaram que o menor, possuia várias broncas na polícia e também é suspeito de ser o autor de um homicídio no Várzea do Ranchinho que tirou a vida do proprietário de um restaurante no ínicio desse ano.

Mais detalhes 👇

Outras guarnições foram acionadas para prestar apoio, além de também ser solicitada a presença do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), sendo constatado o óbito pelos socorristas.

O menor possuía extensa ficha criminal, com 52 passagens por tráfico de drogas, furto, roubo, homicídio, sendo também reconhecido através de câmeras de monitoramento como um dos autores do latrocínio ocorrido no último dia 04 de janeiro, em uma conveniência as margens da BR- 101, onde o proprietário do local foi morto por três homens após um roubo.

Em outra ocorrência em que foi preso por tráfico de drogas, A.D.S.N. ameaçou os policiais militares.

Na ocorrência do dia de hoje, dentro da casa foram encontradas 05 pedras de crack, uma bucha de maconha e R$ 205,00 em espécie.

O Instituto Médico Legal (IML), o Instituto Geral de Perícias (IGP) e a Polícia Civil estiveram presentes no local, realizando todos os procedimentos cabíveis.

Nessa ocorrências um segundo masculino que se evadiu, não sendo possível acompanhá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *