Mais de 345 banhistas foram queimados por águas-vivas nas praias da região

Em sete dias o corpo de Bombeiros registrou 345 lesões causadas por águas-vivas e caravelas na área do 7º Batalhão de Bombeiros Militar, que abrange a região de Itapoá a Itajaí. O número foi contabilizado desde o início da temporada de verão, no dia 22 de dezembro, até este domingo.

As praias que apresentam o maior índice de lesões por águas-vivas e caravelas são Francisco do Sul, Itapoá e Penha. “Em decorrência do clima, dos ventos e das correntes marítimas, estes seres se aproximam da costa e podem causar lesões nos banhistas que acabem em contato com elas”, explica a nota dos bombeiros.

No início da tarde, o corpo de Bombeiros divulgou que 4683 vítimas tinham sido queimadas por águas-vivas em sete dias. Á noite, a corporação pediu desculpas pelo erro e corrigiu a informação: foram 345 vítimas e não 4683.

Via DIARINHO

‘JANELÃO’ Atendendo toda SC- Aproveite os preços promocionais e anuncie em O Janelão, o jornal que mais cresce!!
WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *