Mãe e padrasto denunciados por tortura e morte de criança de 3 anos

Gaspar/SC – Mãe e padrasto viraram réus pela morte de um menino de 3 anos, em Gaspar, no Vale do Itajaí e vão responder na Justiça por homicídio duplamente qualificado. A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público de Santa Catarina nesta quarta-feira (5). O acusado está preso provisoriamente no presídio de Blumenau, na mesma região. Não há informações sobre a detenção da mãe.

O crime ocorreu em novembro de 2019, quando a criança sofre traumatismo crânio-encefálico em decorrência das agressões. Segundo denúncia, o padrasto é responsável por reiteradas agressões contra o menino e, inclusive, estava proibido de se aproximar da criança, por determinação da Justiça. A mãe, por sua vez, teria sido omissa na proteção do filho.

Por incrível que pareça, na denúncia, a promotoria relata que o padrasto já respondia ação penal por torturar a criança e chegou a ser preso em flagrante, mas solto após se comprometer a cumprir medidas alternativas, entre elas, não se aproximar do menino. Ele e a mãe do menino, no entanto, descumpriram a medida e voltaram a morar juntos. Mesmo ciente das agressões, a mulher deixava o filho aos cuidados do cônjuge, que o espancava pelo fato de a criança ser fruto de um relacionamento anterior da mulher.

Fonte: Jornal de SC

‘JANELÃO 2020- Aproveite os preços promocionais e anuncie em O Janelão, o jornal que mais cresce!!
WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *