Líder e integrantes de organização criminosa de Bombinhas são presos em Operação

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Bombinhas, deflagrou nesta terça (10) a OPERAÇÃO MAR VERMELHO. A ação visa desarticular uma célula de organização criminosa em Bombinhas, responsável pelo tráfico de drogas, crimes patrimoniais e corrupção de menores.

A Operação visa o cumprimento de 16 mandados de prisão/apreensão de adolescentes, bem como 11 mandados de busca e apreensão, todos na cidade de Bombinhas.

A investigação, realizada pela Delegacia de Bombinhas, identificou um núcleo de facção criminosa de abrangência Estadual, que buscava se implantar na cidade. Foram identificados e presos tanto a principal liderança local, membros do primeiro escalão, um núcleo responsável pela “cracolândia” (como ficou conhecido um dos alvos), bem como adolescentes que realizavam a venda de droga, principalmente nas orlas das Praias de Bombas e Bombinhas.

De acordo com o Delegado Dr. Ricardo Melo, a ação da Polícia Civil além de provavelmente ser a maior já realizada em Bombinhas, desarticula o avanço de organização criminosa na cidade, a fim de manter os níveis de segurança da cidade. Além de combater o tráfico de drogas e aliciamento de adolescentes para as práticas ilícitas, a ação repercute também para prevenção a crimes de furtos e receptação, especialmente pela prisão dos envolvidos na “cracolândia”, identificados pela reiteração de crimes patrimoniais na cidade.

A OPERAÇÃO MAR VERMELHO faz alusão ao atual momento vivenciado na segurança pública do Estado, que acabou sendo dividida em dois lados, assim como fez o Profeta MOISÉS durante o êxodo, segundo a Bíblia, ao abrir e separar o Mar Vermelho, para fuga dos hebreus. Os órgãos de segurança pública civis passaram a ter um tratamento pior, nas novas regras de aposentadoria, em relação aos militares, o que afetará sem dúvidas a realidade da segurança pública em Santa Catarina.

A operação contou com apoio da Polícia Civil de Jaraguá do Sul, Blumenau, Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Tijucas e Porto Belo.

Colaborador: Igor Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *