Governo FABRÍCIO e CARLOS HUMBERTO decide não revogar decreto que prejudica trabalhadores de Camboriú

✴ URGENTE 👇
Governo FABRÍCIO E CARLOS HUMBERTO continuará prejudicando táxistas e mototaxistas de Camboriú. Entenda por que!!

Documento em resposta ao pedido dos taxistas de Camboriú

Taxistas e mototaxistas de Camboriú receberam de forma negativa a decisão da prefeitura de Balneário Camboriú, que prefeito não irá revogar o ‘teratológico’ decreto 8527/2017 do prefeito Fabrício Oliveira que vem acarretando prejuízos ao trabalhador do transporte intermunicipal remunerado de pessoas de Camboriú.

Hoje os trabalhadores estão sendo perseguidos pelas ruas de Balneário Camboriú como bandidos pelo decreto de Fabrício. Em diversas situações os taxistas e mototaxistas tiveram que deixar os passageiros a pé e tiverem seus veículos removidos ao pátio do DETRAN.

O decreto de Fabrício em tese aponta ofensas aos artigos 2°, 5° XIII, 21 XII, 25°, 30° I e V, 93° IV e 170 IV parágrafo único.

Os trabalhadores já haviam feito reuniões com o Vice-prefeito Carlos Humberto que não deu em nada e por último com Secretário de Articulação do Governo Omar Tomalih e aguardavam uma resposta oficial da prefeitura que prometeu analisar a documentação enviada e protocolada pelas categorias na prefeitura.

Na tarde de ontem a prefeitura enviou um resposta oficial, dizendo que lei não será revogado o decreto e que este não está prejudicando os trabalhadores de Camboriú. O que é negado pelos trabalhadores.

“Essa decisão do governo Fabrício é lamentável, e mais lamentável é saber que esses caras vão vir aqui em Camboriú pedir voto pro vice-prefeito CARLOS HUMBERTO, peço que o povo de Camboriú pense bem antes de ajudar essa gente que não pensa no povo de Camboriú. ” disse Sartori presidente do Sindicato dos Taxistas de Camboriú.

Agora encerrada as negociações a
categoria irá iniciar uma campanha publicitária contra o governo Fabrício e ingressar na justiça para alcançar o objetivo.

Os motoristas de Uber já conseguiram uma limar que garante o direito dos trabalhadores de captar passageiros na Dubai brasileira. Esse será o caminho do taxistas e motoxistas de Camboriú.

“Tentamos desde do início o diálogo em busca de uma solução, agora não está mais na nossas mãos”. disse Sandro Silva taxista de Camboriú.

O que alegou a prefeitura de Balneário Camboriú.

A prefeitura alegou que o decreto não será revogado, por que segundo a prefeitura o decreto não fere o direito dos motoristas do táxi em trabalhar.

Obs: Pergunto para vc meu leitor. Com a apreensão do táxi, como os taxistas e mototaxistas irão trabalhar se a ferramenta de trabalho foi ao pátio e se não pagar a dívida com a prefeitura o táxi mototaxi fica apreendido???

Lembrando que a CTB não prevê a remoção ao pátio. Só o decreto de Fabrício.

A prefeitura alega que a penalidade prevista já está no código de trânsito nacional, mas o CTB não prevê a apreensão do veículo.

Obs: Estamos falando em buscar passageiros que chamam o taxista ou mototaxista e não os motoristas que ficam captado de forma irregular passageiros dentro de Balneário Camboriú. Como por exemplo pescando.

Como isso é lamentável a decisão do governo FABRÍCIO E CARLOS HUMBERTO.

Nosso jornal orienta a cada trabalhador que tenha sido multado ou tenham tido seu veículo apreendido a entrar em contato conosco a fim de ingressar na justiça.

“É necessário que esse dano ser reparado”

Foto: Arquivo internet SC HOJE

Em breve novidades no jornal O Janelão – cada vez mais perto de você!!!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *