Genro leva surra do sogro após gritar com a esposa em Camboriú

A bronca rolou no Bairro Areias na noite dessa última segunda-feria (23) por volta das 22h. Ronaldo F. 36 anos mora nos fundos do lote do sogro, seu Oswaldir M. 59 anos.

Ronaldo chegou de um ferino e a esposa Mari M. 32 anos já estava dormindo com os dois filhos do casal de 7 e 10 anos, Ronaldo bateu na porta, bateu na janela e nada de Mari abrir.

Ronaldo se ‘abobou das idéia’ meteu o pé na porta e entrou gritando e quebrando alguns móveis, destruiu uma cadeira, quebrou o celular da esposa, quebrou um espelho no quarto e afundou a lateral da geladeira com um soco.

Mari gritou pedindo socorro, e seu Oswaldir escutou, pegou uma corrente de uma bicicleta e foi resolver a bronca com o genro, populares contam que Ronaldo levou pelo menos três ‘correntadas’ no lombo, uma delas acertou as nádegas furando a calça e provocando um corte.

A turma do ‘deixa disso, para com isso’ chegou e apartou a briga, o genro ferido foi socorrido por um vizinho, e aos ‘berros’ seu Oswaldir dizia que se ele voltasse ali na sua casa, ele iria mata-lo.
A filha apoiou o pai, falou que o marido é uma pessoa boa, mas usa drogas e bebe todos os dias, Mari disse também estar cansada desse relacionamento, e vai pedir uma medida protetiva, pois teme pela vida após este ocorrido, em contato com seu Oswaldir ele nos disse que ninguém vai gritar com uma filha dele, ainda mais a sua ‘nenê’, disse também que foi a primeira vez que foi necessário fazer isso.

“Os meus outros dois filhos são sujeitos homens e honrados, e ai deles se levantarem a mão ou gritarem com minhas noras, eu esguelei ele uma meia hora” finalizou seu Oswaldir.

Por Repórter Paulo Roberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *