Frio intenso pode voltar a SC em agosto?

 Julho teve registro de neve e temperaturas negativas em todo o Estado, com termômetros marcando -7°C em Bom Jardim da Serra na sexta (29).

Agosto deve ter ondas de frio mais leves – Foto: Wagner Urbano/Divulgação/NDAgosto deve ter ondas de frio mais leves – Foto: Wagner Urbano/Divulgação/ND

O que esperar de agosto?

Conforme explica o meteorologista e professor da Univali, professor Sergey Alex de Araújo, a previsão não é para um frio tão intenso durante o mês de agosto.

Apesar disso, um pico de frio deve chegar ao estado entre os dias 13 e 14, provocando temperaturas próximas entre 2°C e 4°C em Bom Jardim da Serra, por exemplo. Mas, durante o restante do mês, as temperaturas devem se manter mais elevadas.

No entanto, Araújo alerta que previsões mais longas acabam perdendo a precisão. Portanto, as indicações podem sofrer alterações ao longo do mês, em especial caso uma outra massa de ar frio acabe se deslocando para o Estado.

Previsão para os próximos dias

O mês começa com a massa de ar frio que estava sobre o Estado se deslocando em direção ao oceano. Neste domingo (1º) instabilidades avançam para Santa Catarina a partir da madrugada, deixando o céu mais encoberto e com possibilidade de chuva, especialmente na região de divisa com o Paraná. Não são esperados acumulados significativos e o risco é baixo para ocorrências.

As temperaturas mínimas variam de 2°C a 6°C no Planalto Sul e Meio Oeste e de 7°C e 14°C nas demais regiões.  Por conta do tempo nublado, as temperaturas não sobem muito durante a tarde na metade norte do estado, com máximas de 9°C a 13°C.

Já para segunda-feira (2), o sol aparece na metade oeste do Estado. No centro-leste, há maior variação de nuvens e possibilidade de chuva fraca e isolada por conta da atuação de um sistema de baixa pressão no oceano.

As temperaturas mínimas são baixas entre o Extremo Oeste e o Planalto Sul, variando de 3°C a 8°C. Nas demais regiões, ficam entre 9°C e 13°C. Já as máximas chegam aos 22°C no Extremo Oeste e Litoral Norte e variam de 14 a 17°C nas demais áreas. Os ventos sopram com intensidade fraca e sem direção predominante.

A tendência para os próximos dias é de temperaturas baixas ao amanhecer, mas com elevação durante o dia.

Julho marcado pela neve e frio histórico

A última semana de julho foi marcada pelo frio intenso. No amanhecer de sexta-feira (29) foi registrado o dia mais frio do ano em Santa Catarina. Em Urupema, na Serra, foi registrada a menor mínima de 2021, com -8,92°C por volta das 7h, segundo a Epagri/Ciram.

Árvore amanheceu coberta de gelo no dia mais frio do ano em Urubici – Foto: Maria Fernanda Salinet/NDÁrvore amanheceu coberta de gelo no dia mais frio do ano em Urubici – Foto: Maria Fernanda Salinet/ND

A expectativa para sentir o ar gelado fez turistas acordaram cedo em Urubici. Por volta de 6h30, algumas pessoas posavam para fotografias em frente ao termômetro de rua no Centro da cidade, onde marcava -7°C. A sensação térmica era de -10°C.

Leia mais

Motoboy morre em acidente na cidade de Garuva no Norte do Estado

Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de São Paulo 

Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha

Em Bom Jardim da Serra foi registrado -7,52°C -5,47°C em São Joaquim, ambas na Serra. Em Alfredo Wagner, estava -1,32°C na Grande Florianópolis às 6h. Já na Capital, os termômetros marcaram 1,66°C  no mesmo horário. Em Benedito Novo, no Vale do Itajaí, estava -1,71°C às 7h.

Em Maravilha, no Oeste do Estado, os termômetros marcaram -4,5°C. Em São Bento do Sul no Norte, foram registrados -4,74°C. Em Criciúma, no Sul, estava -0,9°C pela manhã.

ANUNCIE NO ‘O JANELÃO’ O MAIOR PORTAL DE NOTÍCIAS DE CAMBORIÚ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *