Filha de coveiro estaria atormentando funcionários e pessoas no Cemitério do bairro Fazenda

Vizinhas do Cemitério Municipal de Itajaí, estão denunciando uma moradora que tem uma casa na mesma área do cemitério.

Segundo as denúncias, a mulher agride e ameaça os funcionários do cemitério, principalmente os vigias que são contratados de uma empresa terceirizada.

As vizinhas disseram que a mulher tentou entrar no cemitério em uma noite que o local estava com o acesso fechado e ainda martelou o cadeado do portão.

Durante um velório, ela também teria agredido o vigia e várias pessoas foram testemunhas da ação. Ela vive há mais de 30 anos no local, pois seria filha de um antigo coveiro e acabou ficando no imóvel em que ele vivia.

Supostamente ela não paga água, luz ou impostos, pois a área é mantida pelo cemitério de Itajaí.

Através de uma nota oficial, a prefeitura de Itajaí confirmou que há uma ação judicial que discute a ocupação da casa na área do cemitério da Fazenda. No entendimento do município, a ocupação é ilegal, mas é preciso esperar que a justiça decida sobre o caso. Em relação à empresa de segurança que teve o funcionário agredido, outro processo administrativo foi aberto.

Por Paulo Roberto Silva

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *