Portal O Janelão

Figueirense e Paraná Clube são rebaixados para à Série C 

Com triunfo do Vitória 1 à 0 sobre Botafogo-SP, o furacão vai disputar a terceira divisão nacional pela primeira vez neste século, no ano do centenário do clube.

Com o resultado os baianos pularam para 45 pontos e não poderão mais ser alcançados pelo Furacão do Estreito. O time da Bahia ainda pulou para a 15ª posição e empurrou o Náutico, para a beira do precipício. Com 43 o timbu também não poderá mais ser alcançado na tabela de classificação.

Torcida do Figueirense faz a festa no estádio Orlando Scarpelli; cena incomum no futebol do atual estágio da sociedade, mas a noite desta terça-feira é crucial na vida de todo torcedor alvinegro – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgaçãoO início da noite até começou com um bom sinal: o Paraná, que tinha chance de inclusive superar o Figueirense na tabela de classificação e aumentar a concorrência pela permanência, foi derrotado pelo lanterna e já rebaixado Oeste, em Barueri, por 1 a 0. O time paranista, com o resultado, suplantou suas chances matemáticas e “morreu” para a disputa final.

A jornada seria completa se, nesse caso, o também rebaixado e vice-lanterna, Botafogo-SP, “aprontasse” para cima do Vitória. Com três pontos a menos que o rubro-negro baiano, o Furacão não poderia ver sequer um empate entre baianos e paulistas.

Depois de um primeiro tempo onde só um time jogou, a segunda etapa, rapidamente, foi devidamente premiada: aos 15’ minutos uma falta fora cobrada do campo de ataque, lado esquerdo, onde o zagueiro Robson acabou testando para a própria rede.

Paraná tenta, mas não consegue marcar. (Fernando Roberto)

Paraná Clube perdeu para o Oeste na Arena Barueri com gol no final marcado por Rai Ramos. O placar de 1 a 0 decretou o rebaixamento do Tricolor de maneira inédita para a Série C, primeira vez que irá sofrer o descenso para a terceira divisão nos seus 32 anos. Agora o time da Vila Capanema cumpre apenas tabela com o Cruzeiro na sexta-feira (29), quando recebe a equipe mineira em Curitiba, às 21h30.

Creditos: Banda B  Marinna Prota e NDMAIS 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *