Falta de tratamento de esgoto é a principal fonte da poluição de águas

No Brasil, são quase 100 milhões de pessoas sem coleta e tratamento de esgoto, que compromete saúde da população. A falta de saneamento é uma ameaça o turismo, importante fonte de renda econômica. Além disso, o lançamento de esgoto sem tratamento é apontado pela Agência Nacional de Águas (ANA) como a principal forma de poluição de água no país.

Somada ao plástico e à sujeira deixados pelos banhistas nas praias, essa contaminação compromete também a biodiversidade marinha. Apesar dos transtornos causados durante as obras, a população urbana é a maior beneficiada, pois os investimentos no setor melhoram a qualidade de vida, reduzem o risco de doenças de veiculação hídrica.

 

Reginalva Mureb, presidente da Águas de Penha, lembra, que os investimentos também valorizam os imóveis, trazem vida aos recursos hídricos urbanos, melhoram a qualidade ambiental, além de movimentarem a economia e gerarem milhares de empregos nos mais variados níveis técnicos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *