Estação de Tratamento de Água de Penha produziu 100 milhões de litros em 40 dias

Cem milhões de litros de água. Esta é a quantidade tratada e distribuída pela Estação de Tratamento de Água (ETA Penha) à cidade entre os dias 22 de dezembro de 2020 e 2 de fevereiro de 2021. O volume total, que corresponde a cerca de 40 piscinas olímpicas (média de 2, 5 milhões de litros), é ainda mais expressivo em um período marcado pelo combate à pandemia.

 

Localizada no bairro Santa Lídia, a ETA tem capacidade para tratar 70 litros por segundo e é uma alternativa para ampliar o fornecimento de água nos períodos de alto consumo, *sem dispensar o volume recebido do rio Piçarras, que é o principal manancial para o abastecimento do município. Além de construir a estação, a Águas de Penha implantou uma adutora de 5 quilômetros ligando a ETA ao reservatório do Mariscal, entregue pela concessionária em 2019.

 

Gabriel Buim, diretor executivo da Águas de Penha, explica que a ampliação na oferta de água aos moradores do município é um dos indicadores que refletem os ganhos que a cidade teve no abastecimento com a construção da ETA Penha. “O resultado em escala operacional passa por investimentos consolidados de R$ 9 milhões investidos na estação de tratamento”, acrescenta. O período de apenas 75 dias para a construção da ETA é considerado recorde para este tipo de engenharia.

*Consumo consciente*

Apesar do reforço na estrutura, a concessionária alerta para a importância do consumo consciente, o que não significa deixar de usar o recurso, mas repensar as formas de uso. Evitar desperdícios, reduzir o consumo sempre que possível, fazer a captação da água da chuva e reaproveitar a água cinza gerada pelo chuveiro e pela máquina de lavar roupas são algumas atitudes que podem ser tomadas por moradores e visitantes. “Essas são formas de poupar a água potável do planeta e de ajudar a preservar os mananciais, além de contribuir para uma temporada mais tranquila em Penha”, finaliza Buim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *