Entrevista com líder do movimento Força Interpraias

O Movimento “Força Interpraias” é um movimento apolítico, que realiza ações em buscas de melhorias para as Praias Agrestes de Balneário Camboriú, e já realizou três abaixo-assinados. É o que explica Ângelo Silva Mendes, idealizador e líder do movimento que ganha cada vez mais adeptos e força em Balneário Camboriú.

O empresário Ângelo Silva Mendes nasceu no Uruguai, casado com uma brasileira, possuem filhos brasileiros e negócios no Brasil, país que escolheu para viver há mais de 15 anos. Atualmente reside no Bairro Estaleiro, num dos lugares mais lindo da cidade. Além do movimento local, Ângelo faz parte, junto com Wallace Chorão, do movimento nacional dos caminhoneiros autônomos.

Ângelo conta que a região da Interpraias é um local esquecido pelos governantes. Falta desde o corte básico de gramas, limpeza de terrenos particulares e baldios, até água potável e rede de esgoto.

Movimento fazendo um protesto na Avenida Interpraias

“O prefeito Fabrício prometeu que em quatro meses nossa região teria água potável em nossas torneiras, só que o prazo vence dia 18 de junho e até agora nada” disse o líder.

Ângelo contou que o movimento fará um vídeo para mostrar a situação da obras das caixas d’águas, que estão paradas.

Como uma cidade rica e desenvolvida como Balneário Camboriú, que tem como maior patrimônio do turismo e suas belezas naturais, ainda há locais sem água potável e saneamento básico. Na região o esgoto corre para o mar, onde milhares de banhistas vêm do Brasil todo para se banhar.

Ângelo também destacou a sua preocupação com as raspa de asfalto que estão colocando nas ruas do Bairro.

“Esse material é altamente contaminante, e por isso contratei um laboratório credenciado, que fez testes e deu um grau de óleo e graxa altíssimo, fora do comum” explicou.

Faz 25 dias que o movimento está tentando protocolar três abaixo-assinados e não consegue; um com mais de 130 assinaturas.

“O Fabrício não me recebeu, acho que ele não quer receber de mim, pois estão criticando a função dele” disse

O movimento está crescendo e mesmo não contando com apoio das associações de bairro, que segundo Ângelo são atreladas à políticos, e contou que o sogro de um vereador é presidente da Associação do Estaleiro.

Reportagem: Edenilson Pozzobon MTB: 006388-SC

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *