Encontro de pai e filho após 36 anos em Gravatal

Segundo Vinícius, o encontro foi emocionante, e ocorreu após a publicação de um carro de boi em uma rede social.

Foto: Divulgação

Trinta e seis anos se passaram desde que Vinícius Walter, de Gravatal, nasceu. Ele não conhecia o pai biológico, Moacir Barcelos, de 64, até que o acaso resolveu promover o encontro dos dois.

Publicidade

Segundo Vinícius, o encontro foi emocionante, e ocorreu após a publicação de um carro de boi em uma rede social. “Teve um tal de Moacir que se interessou no carro e perguntou se eu entregava em Criciúma. Falei que não podia, devido à distância. Então, como eu sabia que meu pai tinha o mesmo nome dele, comecei a fazer perguntas, como idade, sobrenome, entre outros”, explica o jovem.

Moacir, então, começou a estranhar o fato de Vinícius estar fazendo tantas perguntas.

“Eu disse que estava atrás de meu pai biológico, e às vezes poderia ser ele, mas ele falou que não era e me ajudaria a achar”, diz.

De acordo com Vinícius, ele começou a ajudá-lo a encontrar o pai biológico.

“Passei para ele as informações que minha mãe e tia tinham sobre meu pai. Ele conversou com um amigo, que trabalha em uma rádio, e começaram a se empenhar, até que encontraram o irmão do meu pai, que mora no bairro Operária, em Criciúma”.

Quando interrogaram o “possível pai”, ele começou a lembrar do passado e a chorar, pois sabia que tinha um filho e teria vontade de conhecê-lo.

“Foi quando o encontraram. Quando eu o conheci, foi muito emocionante, pois eu sentia um vazio muito grande. Estou feliz, e ele também. Rolou uma química muito boa, somos tão parecidos que a impressão é que ele sempre esteve ao meu lado”, diz Vinícius, emocionado.

Via Sul in foco, com informações do Jornal Diário do Sul

Mande mensagem para nossa reportagem, pelo WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *