Empresário sequestrado na Praia Brava é encontrado morto em Itajaí

Fabrício estava morando há dois anos em Itajaí.

A polícia Civil encontrou o corpo do universitário Fabrício Scolari, 23 anos, na tarde deste domingo, num arrozal de Itajaí . O rapaz, que trabalhava numa agência do banco Bradesco, estava desaparecido desde a madrugada de sábado quando teria sido sequestrado na praia Brava.

Segundo o depoimento de um amigo, Fabrício foi sequestrado na Praia Brava, em Itajaí, quando conversava com um grupo na areia da praia.

O amigo contou que Fabrício saiu com colegas para ir ao Moto Carrero, em Penha. Já na madrugada de sábado, ele saiu da festa, passou em casa, ao lado do Bistek, na rua Heitor Liberato, em Itajaí, pegou o carro, um Focus preto, e foi com amigos para à beira-mar da Praia Brava.

Eles ficaram sentados na areia conversando em frente aos bares. Dois caras se aproximaram e puxaram conversa. Os amigos deixaram Fabricio conversando e se afastaram.

Lá pelas tantas eles voltaram pra procurar Fabrício e ouviram que o amigo estava morto, e que era pra eles se afastarem. A dupla teria ameaçado aturar. “Acho que eles não estavam armados, mas eles tocaram o terror. Nisso Fabrício tentou se levantar e fugir, mas levou um chute na boca e foi levado arrastado pro carro”, contou uma testemunha.

Os criminosos sequestraram Fabrício no próprio carro. A família do universitário, que mora em Não Me Toque, Rio Grande do Sul, foi avisada do sequestro, assim como a polícia. O carro da vítima foi encontrado abandonado ainda no sábado.

Na tarde deste domingo, o corpo de Fabrício foi localizado num arrozal da zona rural de Itajaí . O corpo foi reconhecido por familiares.

“Ele era um garoto bom, veio para cá para trabalhar e estudar. Não fazia mal a ninguém”, lamentou o amigo. O local do velório e do sepultamento ainda não foram informados pela família.

Via DIARINHO

‘JANELÃO 2020- Aproveite os preços promocionais e anuncie em O Janelão, o jornal que mais cresce!!
WhatsApp ‘996216941’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *