Em busca de uma solução para a falta de luz em Camboriú

Desde o início de 2017, a Câmara de Vereadores de Camboriú busca soluções junto a CELESC – Centrais Elétricas de Santa Catarina e a Mercolux (empresa responsável pela iluminação pública), para resolver as constantes quedas de energia. 

Segundo o Engenheiro da Celesc, Luiz Carlos, o município possui 31.525 unidades consumidoras e é alimentado por três estações de energia vindos do Morro do Boi e do bairro Fazenda, em Itajaí. O bairro do Rio do Meio é abastecido pela estação da Itaipava, também de Itajaí.

As principais causas da falta de luz são problemas com a vegetação na rede, obras da empresa, quedas de postes (geralmente por acidentes de trânsito) e por fim, objetos jogados na fiação.

A promessa da empresa era finalizar o Alimentador Itaipava 7 até o fim de fevereiro, e assim melhorar o abastecimento em Camboriú, entretanto, a obra ainda não está concluída. Como a Mercolux é a responsável pela iluminação pública, o vereador Márcio Pereira (PV) fez um requerimento, que será votado na sessão desta terça-feira (17), para esclarecer quem é o responsável pela obra, se há manutenção regular com a Prefeitura e o investimento total para essa melhoria.

Vereador Márcio Pereira-PV

Na manhã de hoje alguns bairros do município voltaram a sofrer com a falta de energia. A expectativa é que a obra seja concluída rapidamente para que o problema seja solucionado.

Via CVC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *