Dívida milionária: Vereadores de Camboriú autorizam Élcio Kunhen pegar mais R$ 20 milhões emprestado da Caixa

A situação ficou feia mesmo, com previamos em Camboriú. O atual Prefeito da cidade Dr º Élcio Rogério Kunhen, MDB, pediu autorização para pegar mais 20 milhões emprestado da Caixa Econômica e vereadores autorizaram. 

LAMENTÁVEL

Com a desculpa de atrair o desenvolvimento sustentável e responsável, o Legislativo de Camboriú aprovou na quarta-feira, dia 14, o Projeto de Lei Nº 006/2021, que diz ter como objetivo investir R$ 20 milhões em obras de infraestrutura.

O Projeto foi desenvolvido pela Prefeitura de Camboriú, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano, e aprovado pela Caixa Econômica Federal. O prefeito que tem mais 3 anos de mantado e pode comprometer as contas do município com mais esse empréstimo. Pode inviabilizar o município que já sofre problemas financeiros pela má gestão.

O prefeito comemorou com mais esse dinheiro na conta 

“É com muita alegria que vemos que tanto o Executivo, quanto o Legislativo, seguem em busca do melhor para a nossa Camboriú. Com a recuperação da capacidade de endividamento do município, conseguimos recuperar, nos últimos anos, o nosso crédito perante os órgãos financiadores. A gestão econômica nos permite ter novamente o equilíbrio financeiro das contas públicas do município, ou seja, hoje temos orgulho em dizer que poderemos sim executar mais obras que garantirão mais qualidade na infraestrutura da nossa cidade”, comemora o prefeito Elcio Rogério Kuhnen.

Na verdade se situação econômica fosse boa, por que contínua não atende a REIVINDICAÇÃO do reajuste dos serviços? 

DÍVIDA MILIONÁRIA DE CAMBORIÚ AUMENTA NA CAIXA 

Só no último empréstimo feito pelo prefeito em 2019, já tinha uma dívida superior a R$ 30 milhões para nós Camboriuense pagar e agora com esse se confirmado, teremos mais 20 milhões.

Lembrando que o prefeito Élcio, se enrolou todo com Tribunal de Contas do Estado (TCE), por ter parecer desfavorável e reprovada às contas ano 2019, ( má gestão financeira).

ARTIMANHAS QUE LEVAM CAMBORIÚ PARA UM POÇO SEM FIM

Em 2019, outros dois financiamentos foram contraídos pela administração municipal. Um de 14 e outro de 2 milhões de reais, para obras de pavimentação asfáltica nas vésperas das eleições municipais. Agora, no mesmo período que antecede as eleições federais e estaduais, o prefeito usa da mesma artimanha para fazer política com dinheiro público.

Colunista: Edenilson Pozzobon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *